Geral

Mãe de Henry era agredida e foi enforcada por Jairinho, diz defesa

A nova defesa da professora Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel Medeiros, alegou que a cliente sofreu agressões do namorado, o vereador carioca Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, e teria sido enforcada pelo político em uma ocasião. A informação foi revelada pelo jornal O Globo.

Os advogados Thiago Minagé, Hugo Novais e Thaise Mattar Assad pediram ao delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca) e responsável pela investigação do assassinato de Henry, para que Monique preste novo depoimento. Agora que Jairinho está preso, a mãe do garotinho se sente segura para contar a verdade, alega a defesa.

Na petição endereçada ao procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Luciano Oliveira Mattos de Souza, além da solicitação do novo depoimento, os defensores da professora pediram a designação de um promotor especial.

“Tanto a babá quanto a ex-namorada afirmaram ter medo dele [de Jairinho]. Será que a única pessoa que não teve o depoimento influenciado por Jairinho foi Monique? É uma questão de raciocínio”, enfatizou Hugo Novais, um dos advogados.

Fonte: O Globo e Portal Metrópoles

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios