Geral

Luciano Hang conquista vitória contra o PT na justiça

A Justiça rejeitou uma ação de danos morais do PT nacional contra Luciano Hang, o dono da rede de lojas Havan, na última quinta-feira, 22 de abril. De acordo com o advogado do empresário, o advogado Murilo Varasquim, do escritório Leal & Varasquim, a ação foi movida pelo partido após circularem vídeos de Luciano Hang durante as eleições de 2020, no Espírito Santo, que teriam desagradado o diretório local do PT.

O juiz de direito Manuel Eduardo Pedroso Barros, da 9ª Vara Cível de Brasília, julgou improcedente a ação de indenização por danos morais movida pelo Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT). Na sentença, o juiz afirma que o material se trata de uma livre manifestação de opinião e que garantir a liberdade de expressão é um direito humano.

“Em primeiro lugar destaco liberdade de expressão é apanágio da natureza racional do indivíduo e é o direito de qualquer um manifestar livremente opiniões, ideias e pensamentos pessoais sem medo de retaliação ou censura por parte do governo, ou de outros membros da sociedade. É um conceito fundamental nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral. A liberdade de expressão é um direito humano, protegido pela Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948, e pelas constituições de vários países democráticos”, destacou Barros em sua sentença.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios