Policial

Homem é preso em flagrante acusado de estuprar cachorros no RS

A 4ª Delegacia de Polícia de Canoas realizou mais uma edição da Operação Arca na manhã desta quinta-feira (29). O alvo foi um homem de 61 anos acusado de estuprar cães. Ele tem histórico de Transtorno de Acumulação Compulsiva. O mandado de busca e apreensão foi cumprido no bairro Mathias Velho.

Segundo apurado pela polícia, o homem tinha 20 cães e, além dos estupros, os animais viviam em condições de maus-tratos e sem comida. Há registros em forma de vídeo dos cães se mordendo e se atacando de forma brutal, como se estivessem buscando se alimentar uns dos outros. Uma averiguação prévia no local constatou que eles viviam em situação precária e sem higiene.

Coordenando a operação, a delegada Tatiana Bastos informa que há uma investigação contra o suspeito. “Não é só crueldade, isso é maus-tratos. Todos serão examinados pela veterinária da Prefeitura para confirmar os estupros. Ele vinha sendo investigado pelos abusos já”, declara.

A ação contou com o apoio da Secretaria Extraordinária dos Direitos dos Animais (SEDA), Secretaria de Saúde e Secretaria da Cidadania de Canoas. Uma avaliação de risco foi realizada pela psicóloga Karen Netto, além de outros encaminhamentos na área de saúde e assistência social ao suspeito, uma vez que o tutor dos caninos se trata de um homem de 61 anos com problemas psicológicos.

“A Operação Arca é uma operação especial, porque usa a logística de outras ações da Polícia Civil e a inteligência e permanente porque é ativa ininterruptamente”, afirma o Diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional de Canoas – 2ªDPRM, Delegado Regional Mario Souza. Segundo ele, “o caso é grave pelo estado de fome que os animais chegaram, inclusive com canibalismo segundo as investigações”.

Com informações Agência GBC.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios