Notícias

Há mais de um mês sem receber alunos, escolas de Veranópolis seguem sem aulas presenciais

Escolas privadas, municipais e estaduais estão trabalhando, estritamente, de forma on-line e com retiradas presenciais de materiais

Desde o início de março, as atividades presenciais na escolas gaúchas estão suspensas. Mesmo com debates na esfera governamental e judicial, a proibição das aulas está mantida nesta semana, fato que preocupa educadores. Nas redes privadas, municipais e estaduais de ensino de Veranópolis, as realidades são diferentes, mas em todas estão presentes as dificuldades da educação à distância. De forma geral, a adesão das atividades por parte dos alunos está sendo maior neste ano na rede municipal e privada, porém, na rede estadual, o relato é de baixa adaptação.

Cada instituição, em sua realidade própria, se organiza para atender os alunos. De forma geral, porém, todas estão com ensino remoto.

Escolas municipais

Há dez escolas municipais em Veranópolis, cada uma, com sua própria realidade. De forma geral, os educandários estão realizando aulas síncronas com os alunos, durante o horário da aula normal, encaminhando atividades pelas plataformas digitais do Google e realizando entregas, todas as segundas-feiras, de material impresso para os discentes.

Alunos com dificuldade de aprendizado se deslocam, com horário marcado e de forma individual, à escola, onde recebem orientações. Programa de acesso digital também é fomentado pelo Poder Público, que disponibiliza os computadores dos educandários, também sob agendamento, para os alunos que não possuem os equipamentos em casa.

Reuniões semanais entre a Secretaria da Educação e as direções de escolas realizam um diagnóstico da situação de cada educandário, buscando propor soluções necessárias para as adversidades que se apresentam.

Escolas privadas

Ambos educandários particulares de Veranópolis – AVAEC Unidades Educacionais e Colégio Regina Coeli – estão trabalhando de forma 100% on-line. As duas escolas afirmam estar organizadas e prontas para quando houver a possibilidade de volta realizá-la de forma efetiva.

Escolas estaduais

Sem aulas presenciais em 2021, os dois educandários estaduais de Veranópolis – EEEF Professora Virginia Bernardi e Colégio São Luiz Gonzaga – realizam aulas síncronas pelo Google Classroom, enviam tarefas pelo Whatsapp e entregam, aos que preferem, materiais impressos na escola. A adesão, afirma a diretora da EEEF, ainda é baixa, fato que preocupa a instituição.

O retorno

Uma batalha judicial pela volta está sendo travada nas últimas semanas, pelo governo estadual, buscando a volta das aulas. No dia de ontem, 12 de abril, porém, a juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre (2º Juizado), Cristina Luísa Marquesan da Silva, decidiu manter a suspensão das aulas presenciais no Rio Grande do Sul (RS). A decisão negou pedido do Estado do RS, requerendo revogação urgente da decisão que suspendeu aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do RS.

Com isso, as aulas presenciais seguem suspensas, sem previsão de volta. Em caso de mudança de bandeira ou de alteração da decisão, porém, escolas veranenses já estão preparadas. As instituições municipais possuem um plano de ação para ser aplicado diante de cada bandeira que for delimitada pelo governo estadual, clique aqui e saiba mais. Além disso, escolas particulares já estão organizadas para a volta, com suas logísticas próprias. Educandários estaduais necessitam aguardar o parecer do governo do Estado quando houver o retorno.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios