GeralRegião

Forças de segurança e idosos de 65 anos serão os próximos a serem vacinados no RS

As 645.150 doses da vacina contra a Covid, que chegarão na sexta-feira, dia 02, servirão para ampliar a vacinação do estado

Com chegada e distribuição programada para sexta-feira (2/3), 645.150 doses da vacina contra a Covid servirão para ampliar a vacinação dos idosos e contemplar um novo grupo, o das forças de segurança. Parte será reservada para segunda dose.

O lote será destinado a idosos de 65 anos, para completar a primeira aplicação dos idosos de 66 anos ou mais, forças de segurança e reserva para segunda aplicação das pessoas que se imunizaram com as vacinas da Coronavac recebidas nos dias 9 e 17 de março, e da AstraZeneca recebida em 24 de janeiro.

“Urge que essas vacinas sejam aplicadas”, disse a secretária da Saúde, Arita Bermann, ressaltando a importância dos municípios vacinarem durante o feriado de Sexta-Feira Santa (2/3) e no final de semana. “O presente de Páscoa dos vovôs este ano deve ser a vacina no braço. Para isso, esperamos que os municípios dêem continuidade à campanha”, falou a secretária.

A decisão dos grupos-alvo a serem vacinados com esta remessa foi tomada por gestores estaduais e municipais de saúde, com participação do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS), equipe diretiva da Secretaria da Saúde do Estado (SES) e o vice-governador e secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Junior, nesta quinta-feira (1/4).

Forças de segurança e salvamento
A novidade desta fase da campanha de vacinação é a antecipação do grupo prioritário de forças de segurança e salvamento. Poderão ser vacinados servidores diretamente envolvidos nas ações do enfrentamento à Covid-19, que estejam atuando em funções específicas de apoio às ações da pandemia. São os trabalhadores que fazem atendimento ou transporte de pacientes, resgate e atendimento pré-hospitalar, ações de vacinação e vigilância das medidas de distanciamento social. Os demais trabalhadores desse grupo serão vacinados seguindo o atual ordenamento do Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Entraram neste grupo 29 mil trabalhadores da Polícia Civil, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Rodoviária Federal, Guardas Municipais e Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). Numa próxima fase, deverão ser contemplados, ainda, servidores do Departamento Estadual de Trânsito do RS (Detran) e do Instituto-Geral de Perícias (IGP). O vice-governador Ranolfo ressaltou que “esses trabalhadores estão auxiliando no combate à pandemia, e a inclusão vai beneficiar quem está efetivamente trabalhando diretamente com pacientes Covid”.

Público-alvo
Nos próximos dias serão vacinados, no Rio Grande do Sul:

– Reserva para segunda dose de 100% do público que se vacinou com o lote de Coronavac que chegou ao Estado no dia 9 de março;
– Reserva para segunda dose de 63% do público que se vacinou com o lote de Coronavac que chegou ao Estado no dia 17 de março (considerando a previsão de chegada de mais vacinas na próxima semana para fechar 100%);
– Reserva para segunda dose de 100% do público que se vacinou com o lote de AstraZeneca que chegou ao Estado no dia 24 de janeiro;
– Completar a vacinação dos idosos de 66 anos ou mais ainda não imunizados com a primeira dose;
– Iniciar a vacinação de idosos de 65 anos;
– Forças de segurança e salvamento.

Já foram entregues aos municípios gaúchos, até esta quinta-feira (1/4), vacinas suficientes para vacinar:

– 100% dos idosos institucionalizados;
– 100% pessoas com deficiência institucionalizados;
– 100% dos profissionais de saúde;
– 100% dos povos indígenas;
– 100% dos povos e comunidades tradicionais quilombolas;
– 100% dos idosos de 70 anos ou mais;
– 60% dos idosos com idade entre 65 e 69 anos.

Operação especial de distribuição
Para garantir que as doses da nova remessa de vacinas contra a Covid estejam disponíveis nas Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs) ainda durante o feriado de Sexta-Feira Santa (2/3), a Secretaria da Saúde (SES) realizará uma operação especial de distribuição das 645.150 doses de CoronaVac e AstraZeneca previstas para chegarem ao Estado. Dando ainda mais agilidade às ações que vêm sendo realizadas para distribuir as vacinas por todo o território gaúcho, a carga deverá estar devidamente separada e entregue na mesma manhã.

Por via aérea, serão entregues as doses correspondentes das 4ª (Santa Maria), 5ª (Caxias) e 10ª (Alegrete), por meio de helicópteros da Brigada Militar e da Polícia Civil. As demais serão realizadas por via terrestre. Alguns dos municípios próximos da capital poderão buscar suas vacinas diretamente na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios