Policial

Dono procura polícia para recuperar cão levado sob alegação de maus-tratos em Carazinho

O dono de um cachorro pastor alemão está procurando o animal retirado do galpão de uma obra em andamento no bairro Vila Rica, em Carazinho, no dia 19 de abril. Gilsenei dos Santos, de 31 anos, registrou o caso na delegacia de Carazinho.

De acordo com o boletim de ocorrência, Gilsenei tem uma obra em andamento na Rua Acasia, onde fica o galpão usado para guardar materiais de construção e ferramentas. Ele disse à polícia que, para evitar furtos, colocou o cão no local, recebendo água e alimento todos os dias. Durante a manhã, ele soube pela irmã que uma mulher havia levado o cachorro e postado no Facebook, relatando que o animal estava sendo maltratado.

Ainda conforme o boletim, a mulher, cuja identidade não foi revelada, teria alegado na publicação que o cachorro estava sem água e ração, além de ter insultado o dono com palavrão. A Brigada Militar esteve na residência da acusada, onde se encontrava o cão, que segundo relato dos policiais militares, estava “com a aparência muito boa”.

Diante dos fatos, a polícia orientou o proprietário a fazer um boletim de ocorrência, porém ele afirma não ter mais informações que possam levar ao paradeiro do animal, que atende pelo nome de Thor.

Gilsinei contou ainda que o filho está quase adoecendo devido à falta de Thor.

Atualização

Nesta quinta-feira (29), a reportagem da Diário apurou que uma ocorrência de maus-tratos também foi registrada na delegacia por parte da mulher, mas não teve acesso ao boletim de ocorrência. O caso deve ser investigado.

A reportagem tenta contato com a delegada Rita De Carli, responsável pelo caso.

Com informações do Portal da Manhã de Carazinho.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios