Geral

Calçadista fecha fábrica no Vale do Caí e demite quase 200 funcionários na região

A Calçados Bottero, como sede em Parobé, fechou a unidade fabril de São José do Hortêncio, no Vale do Caí. Com o encerramento das atividades da fábrica, a calçadista concedeu aviso prévio aos 150 funcionários que atuavam no local.

Segundo João Pires, presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias do Calçado e do Vestuário do Estado do Rio Grande do Sul (Feticvergs), ainda na quarta-feira (31), dia do fechamento da unidade no Caí, a Bottero também desligou colaboradores em outras unidades produtivas. Na matriz, em Parobé, 40 funcionários foram demitidos.

Em julho de 2018, a Bottero fechou quatro unidades produtivas e demitiu 630 funcionários. Considerada uma das principais marcas em couro do cenário nacional, a companhia justificou a decisão, na época, pela redução do poder de compra do consumidor brasileiro e situação econômica do País. Foram encerradas as atividades em unidades da fabricante nas cidades de Osório (com 150 postos de trabalho), Santo Antônio da Patrulha (130), Nova Petrópolis/RS (cem) e Parobé (250).

Com informações do Jornal NH.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios