GeralPolicial

Acusado de matar menina em Bom Princípio tem a prisão decretada e é considerado foragido

Polícia autorizou a divulgação da foto e nome de Elias Silvestre, de 39 anos, que está com ordem de prisão decretada pela Justiça e continua sendo procurado

Segundo o Jornal Fato Novo, delegado de Polícia de Bom Princípio, Marcos Eduardo Pepe, informou que a Justiça decretou a prisão preventiva de Elias dos Santos Silvestre, de 39 anos. Ele é o acusado da morte da menina Jordana Tamires Christ Watthier, de 13 anos, barbaramente assassinada no domingo de Páscoa em Bom Princípio.

Com a decretação da prisão e indiciamento do ex-padrasto da vítima, ele é considerado foragido. Segundo o delegado, o nome e a foto agora podem ser divulgados porque está com ordem de prisão e a sua captura é de interesse público. Conforme a Polícia, o acusado, que trabalhava como pedreiro, já tinha antecedentes criminais por outros três crimes sexuais, inclusive contra duas menores, além de um roubo. Foi condenado a 12 anos de prisão e atualmente estava em liberdade condicional.

Elias continua desaparecido desde o dia do crime, após a vítima ser encontrada com sinais de estrangulamento e violência sexual, na margem da RS 122, altura de Santa Teresinha. O carro do suspeito, um Fiat Uno, foi encontrado no final da tarde de domingo próximo da Estação Rodoviária de Montenegro, com seu celular e chaves do veículo no interior do automóvel. A Polícia suspeita que ele possa ter fugido de ônibus, mas não se sabe qual rumo tomou. Os policiais estão buscando imagens de câmeras e relatos de quem possa ter visto o indivíduo. Qualquer informação, mesmo de maneira anônima, pode ser passada para os telefones 190 da Brigada Militar, 197 da Polícia Civil ou 3634 1234 da Delegacia de Bom Princípio. Como se trata de um indivíduo perigoso, a Polícia pede que caso seja visto ou alguém tenha informações de onde esteja, que seja imediatamente

Com a decretação da prisão e indiciamento do ex-padrasto da vítima, ele é considerado foragido. Segundo o delegado, o nome e a foto agora podem ser divulgados porque está com ordem de prisão e a sua captura é de interesse público. Conforme a Polícia, o acusado, que trabalhava como pedreiro, já tinha antecedentes criminais por outros três crimes sexuais, inclusive contra duas menores, além de um roubo. Foi condenado a 12 anos de prisão e atualmente estava em liberdade condicional.

Elias continua desaparecido desde o dia do crime, após a vítima ser encontrada com sinais de estrangulamento e violência sexual, na margem da RS 122, altura de Santa Teresinha. O carro do suspeito, um Fiat Uno, foi encontrado no final da tarde de domingo próximo da Estação Rodoviária de Montenegro, com seu celular e chaves do veículo no interior do automóvel. A Polícia suspeita que ele possa ter fugido de ônibus, mas não se sabe qual rumo tomou. Os policiais estão buscando imagens de câmeras e relatos de quem possa ter visto o indivíduo. Qualquer informação, mesmo de maneira anônima, pode ser passada para os telefones 190 da Brigada Militar, 197 da Polícia Civil ou 3634 1234 da Delegacia de Bom Princípio. Como se trata de um indivíduo perigoso, a Polícia pede que caso seja visto ou alguém tenha informações de onde esteja, que seja imediatamente avisada a autoridade policial, evitando assim outros crimes e que o acusado seja devidamente responsabilizado.

Hoje aconteceu a despedida de Jordana. Após um breve velório no município de Três Passos, sua terra natal e onde mora o seu pai, a menina foi sepultada na manhã desta terça-feira, num clima de grande comoção e revolta.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios