Geral

Vigilância Ambiental identifica mais seis focos do mosquito Aedes aegypti em Caxias do Sul

A Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) identificou mais seis focos do mosquito Aedes aegypti em Caxias do Sul. Ao todo, já foram contabilizados 38 focos desde o início do ano. Em todo o ano de 2020, a Vigilância Ambiental localizou 27 focos de Aedes e, em 2019, 34. O inseto é responsável por transmitir dengue, zika vírus e febre chikungunya.

Os últimos seis focos foram identificados nos bairros Mariland (depósito de água de chuva), Tijuca (caixa d’água), Cruzeiro (mosquito adulto), Nossa Senhora de Lourdes (caixa d’água), São Luiz da 6ª Légua (vaso) e Cruzeiro (pneu).

Na segunda-feira (08/03), a Vigilância Ambiental recolheu 35 pneus inservíveis, que são propícios para acúmulo de água e reprodução do mosquito. Ao todo, já foram recolhidas 79 unidades neste ano, todas levadas à Codeca para destinação correta. Para auxiliar, a comunidade deve armazenar pneus inservíveis em locais secos e protegidos da chuva, ou encaminhá-los ao Ecoponto da Codeca.

A Prefeitura pede que a comunidade redobre os cuidados, eliminando pontos de água parada. Além disso, agentes de endemias realizam vistorias a partir de denúncias e percorrem 225 pontos estratégicos, onde há grande possibilidade de gerar criadouros do inseto. O telefone para denunciar locais com suspeita de focos do mosquito é o 156, do Alô Caxias.

Abaixo, confira algumas dicas para evitar a proliferação do mosquito da dengue:

  • Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;
  • Recolher o lixo do pátio;
  • Colocar o lixo ensacado para ser recolhido pela Codeca;
  • Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva, ou encaminhá-los ao Ecoponto da Codeca;
  • Tampar caixas d’água;
  • Colocar telas milimétricas em caixas d’água descobertas, reservatórios de captação de água da chuva e nos ralos;
  • Limpar as calhas;
  • Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;
  • Eliminar os pratinhos das plantas.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios