Geral

Secretaria da Saúde e Cosems criam cadastro para agilizar empréstimos de equipamentos entre hospitais

A Secretaria da Saúde (SES) e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do RS (Cosems) criaram um instrumento para intensificar o empréstimo de respiradores, monitores e até de camas entre as instituições de saúde do Estado. Dirigentes de hospitais devem preencher o formulário e indicar se têm algum tipo de equipamento disponível. De posse dos dados fornecidos, SES e Cosems irão compartilhar as informações e agilizar os empréstimos.

“Possivelmente ainda há, em alguns hospitais que não têm UTI, equipamentos sem uso que possam ser emprestados a hospitais com UTI, que estão com lotações muito altas”, afirma a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

A SES já comprou e distribuiu 230 camas, 230 respiradores e 230 monitores para instituições hospitalares, com investimento de R$ 17 milhões, e agora está adquirindo mais 60 monitores, 60 respiradores beira-leito e 57 camas para equipar leitos existentes ou abrir novos. Além disso, quase 200 respiradores foram consertados e devolvidos aos hospitais, numa parceria do Estado com GM e Instituto Cultural Floresta. O Ministério da Saúde, por sua vez, já enviou ao RS mais de mil respiradores, a maior parte deles do modelo beira-leito. 

“Neste momento crítico, necessitamos, mais do que nunca, da ajuda de todos. Pedimos aos diretores das instituições que tiverem respiradores, monitores, bombas de infusão ou camas que possam ser disponibilizadas aos hospitais, que preencham o formulário para que possamos continuar atendendo a população que precisa”, diz a diretora do Departamento de Gestão da Atenção Especializada da SES, Lisiane Fagundes.

A Santa Casa de Pedro Osório, no sul do Estado, que tem seis leitos clínicos na ala Covid e não dispõe de UTI, já atendeu ao apelo e emprestou um respirador portátil ao pronto-atendimento de Capão do Leão, que atende pacientes com coronavírus. O equipamento foi buscado em Pedro Osório no sábado (6/3).

“Estamos desesperados, com muito medo de tudo o que está acontecendo, e precisamos ajudar uns aos outros. Ainda tenho mais três respiradores à disposição para auxiliar, numa urgência, os municípios vizinhos”, diz o gestor da Santa Casa de Pedro Osório, Gennaro Buonocore Netto.

A ação do Estado em parceria com Cosems reforça um movimento que já vem sendo feito em algumas regiões do Estado, por iniciativa das coordenadorias regionais de saúde e hospitais. “O Hospital de Caridade de Ijuí, uma das referências aqui na região Noroeste, fez um apelo há algumas semanas e alguns hospitais menores emprestaram equipamentos: de Panambi vieram dois respiradores, de São Martinho mais dois, Pejuçara emprestou mais um respirador e o hospital de Condor emprestou um carrinho do bloco cirúrgico”, explicou a coordenadora da 17ª Regional da Saúde, Janaína da Silva.

Além disso, o Hospicampo, de Campo Novo, emprestou uma bomba de infusão e um respirador ao Hospital Bom Pastor, de Santo Augusto. Na região Central, os empréstimos também já estão ocorrendo. “Júlio de Castilhos e Restinga Seca emprestaram um respirador cada para Faxinal do Soturno, onde conseguimos ampliar os leitos. E Júlio de Castilhos irá mandar nesta segunda (8/3) um respirador novo para o Hospital Regional de Santa Maria”, diz a coordenadora da 4ª Regional da Saúde, Fabrícia Ennes.

Ainda na região Central, o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) e o Hospital da Unimed contribuíram com o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM): o HUSM emprestou três respiradores e a Unimed entrou com cinco bombas de infusão. O Regional, por sua vez, emprestou camas, escadinhas, suportes de soro e móveis para que o HUSM montasse os leitos clínicos para atender pacientes Covid. 

Clique aqui para acessar o formulário de empréstimo de equipamentos. 

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios