Notícias

Paciente que estava sob ventilação mecânica no hospital de Veranópolis vem a óbito

Ele aguardava leito de UTI, porém, seu quadro era extremamente agravado, fato que causou o óbito. Havia outra enfermidade, não a covid-19, e era um paciente de Vila Flores. Agora, outros cinco indivíduos aguardam leito de UTI, esses todos positivados para o vírus.

Nesta manhã, por volta das 11h, veio a óbito um dos pacientes que estava sob ventilação mecânica no Hospital São Peregrino Lazziozi. Por volta das 10h, eram quatro pessoas entubadas, posteriormente, por conta desse óbito, o número baixou para três, como noticiado pela Studio e, agora, com uma nova atualização, cinco pacientes estão sob ventilação mecânica.

A vítima, um senhor de 64 anos, era residente de Vila Flores, havia sido internado por outra enfermidade e faleceu por conta do quadro agravado. Apesar dele estar aguardando leito, a diretoria do hospital afirmou à nossa reportagem que não foi essa situação que o fez perder a vida, mas sim seu quadro grave.

Neste momento, 16 pacientes estão internados por conta da covid-19, desses, cinco aguardam por leito de UTI, em estado grave e sob ventilação mecânica.

Aos que aguardam leito de UTI, ainda não há previsão de vaga e, enquanto isso, o hospital de baixa/média complexidade, mantém a vida dos pacientes como consegue.

Ao total, a casa de saúde possui sete vagas para ventilação mecânica: quatro respiradores e mais três carros anestésicos, que em caso de emergência, como agora, são usados para entubação.

Veja uma retrospectiva dos fatos

Nesta manhã, por volta das 10h, quatro pacientes aguardavam leito de UTI e estavam sob ventilação mecânica. Três eram pessoas com covid-19 e um possuía outra enfermidade. Por volta das 11h, este último faleceu. O número de pessoas entubadas caiu para três e todos casos com covid-19. Perto do meio-dia, o quadro virou, pacientes com o vírus pioraram seu quadro e precisaram entrar na ventilação. Agora, há cinco pessoas aguardando UTI e entubadas.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios