GeralPolicial

Empresário de Guaporé é preso efetuando tele entrega de drogas

Vendas eram realizadas via WhatsApp e o pagamento era feito através de PIX

Na noite desta terça-feira, 30 de março, a Brigada Militar através de uma equipe da Força Tática, durante patrulhamento no Bairro Canecão em Guaporé por volta das 19h, flagrou o exato momento em que um conhecido traficante efetuava a entrega de uma bucha de cocaína para uma usuária.

No ato, foi realizada a abordagem a um veículo Ford,e a usuária ao ver a viatura tentou fugir para o interior do prédio onde reside, sendo interceptada. Esta, muito nervosa, ainda tentou engolir a bucha de cocaína, porém ao não conseguir, colocou a droga dentro de sua roupa, posterior entregou aos policiais.

A usuária relatou ter feito a compra de outra bucha de cocaína ao final da tarde, pagando as duas compras através de PIX (pagamento instantâneo brasileiro) e recebeu a droga na portaria do prédio onde mora. Durante busca veicular, foi localizada outra bucha de cocaína escondida dentro do difusor de ar (saída de ar, lado esquerdo) do veículo.

O traficante de 45 anos, conhecido empresário guaporense, recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico de drogas, sendo juntamente da usuária conduzidos ao hospital para retirada de laudo médico sem lesões e posterior à Delegacia de Polícia de Guaporé para a lavratura do flagrante.

Os policias salientaram que as denúncias sobre o infrator eram corriqueiras, mencionando a modalidade de tele entrega e recebimento através de transferências bancárias, o que de fato se configurou. O telefone da usuária e do vendedor, contendo esta e mais transações através do aplicativo Whatsapp, foi apreendido. O veículo envolvido na ocorrência de tráfico de drogas foi recolhido ao pátio do DETRAN. Posterior as oitavas e término da ocorrência, o traficante foi conduzido à PECS (Penitenciária Estadual de Caxias do Sul) Apanhador, permanecendo a disposição da justiça.

Toda a ação da entrega da droga, abordagem e prisão foram gravadas pelo sistema de vídeo monitoramento do prédio, sendo anexado á ocorrência.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios