Notícias

Em comparação com 2020, índices criminais de Veranópolis em 2021 apontam aumento de prisões por drogas e diminuição de homicídios

Registros de posse e tráfico de entorpecentes aumentaram, porém, mesmo com alto número de tentativas, homicídios consumados diminuíram

A criminalidade é uma situação presente em Veranópolis, bem como, em todos os pontos do mundo. Ela preocupa, visto que, ameaça a segurança pública. Observando os indicadores criminais divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública no ano de 2021, constata-se que o tráfico segue sendo uma realidade na cidade, porém, seus efeitos estão sendo diferentes do que em 2020.

Em linhas gerais, analisando os meses de janeiro e fevereiro dos respectivos anos, apesar da presença de tentativas, o número de homicídios efetivados caiu neste ano. Nenhum foi registrado, até o momento, e em 2020, um já havia sido contabilizado. Em contrapartida, os registros de posse ou tráfico de entorpecentes aumentou. O primeiro passou de 11 para 23 e o segundo de quatro para 10

Apesar dessas oscilações, a delegacia de polícia de Veranópolis observa como semelhante o contexto de ambas as temporalidades.

– O fato é que houve uma ação armada de um marginal contra outro marginal, o contexto segue absolutamente o mesmo. […] Aqui o meu trabalho é frio, é técnico, em termos policiais, eu não tenho diferença se aquele homicídio é consumado, aquela vítima morreu ou não, estou falando da guerra de facções, não do homicídio de uma pessoa de bem, estou falando da guerra de marginais, é indiferente, porque o inquérito vai ter que ser instaurado da mesma forma – afirma o delegado do município, Tiago Baldin, ilustrando que apesar dos homicídios não terem sido consumados, a situação de criminalidade segue a mesma.

Veja a comparação dos principais dados

ANOHomicídioFurtosEstelionatoArmas e muniçõesPosseTráfico
202011891114
20210162502310
Dados dos meses de janeiro e fevereiro | Informações obtidas pelos números divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública

Em entrevista, delegado de Veranópolis falou sobre o tema

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios