Notícias

Duas pessoas vieram a óbito aguardando leito de UTI no hospital de Nova Bassano na última semana

Um falecimento aconteceu no dia 12 de março e o outro no dia 17 do mesmo mês

O colapso do sistema de saúde gaúcho, decorrente do avanço da pandemia, acaba por dificultar o atendimento dos pacientes acometidos pelas diversas enfermidades. Assim sendo, encaminhar uma pessoa para leito de UTI virou uma “missão impossível”, visto que, não há mais vagas. Até a última atualização desta notícia, a ocupação no RS nesse tipo de tratamento está em 111,7%. Como reflexo dessa dura realidade, observa-se pacientes acumulando-se nas filas de espera.

Nos hospitais de média complexidade, como em Nova Bassano, a situação é ainda mais crítica, isso porque, como não possuem UTI, precisam manter a vida dos pacientes conforme suas estruturas são capazes: por meio de ventilação mecânica.

Em alguns casos mais graves, pessoas falecem aguardando leito. Na casa de saúde, dois pacientes perderam a vida aguardando vaga em UTI. Um falecimento aconteceu no dia 12 de março e o outro no dia 17 do mesmo mês. Dados das vítimas não foram divulgados.

Neste momento, 12 pessoas estão internadas por conta da covid-19 no hospital. Nenhum paciente está entubado.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios