Trânsito

Caminhoneiro gaúcho que matou mulher e arrastou moto por mais de 30km alega que pensou estar em um sonho

Segundo a Rádio Uirapuru, o caminhoneiro que matou uma mulher de 47 anos após colidir na traseira da moto em que ela viajava com o marido no último sábado (6) alegou em primeiro depoimento para a polícia que pouco se lembra do fato e que pensou estar em um sonho.

O motorista, de Camaquâ tem 36 anos e retornava com a carreta vindo de São Paulo, quando atingiu o casal Anderson Pereira, 49 anos e Sandra Pereira, 47 anos, que são de Balneário Camboriú-SC. Na colisão a mulher restou caída com graves ferimentos, foi socorrida, mas faleceu no domingo. Já Anderson desmaiou, acordou em seguida e conseguiu se agarrar na cabine do caminhão. A moto do casal ficou presa na dianteira e foi arrastada por 32km, assim como Anderson que ficou pendurado na porta do motorista pedindo para ele parar.

O caminhoneiro que atropelou o casal e matou a mulher só parou após intervenção de outros motoristas de caminhão onde conseguiram cortar as mangueiras de ar do reboque. O motorista foi então retirado da cabine por populares, agredido e somente foi salvo porque a polícia chegou e prendeu o mesmo. No caminhão foi localizada uma quantidade de cocaína.

Na delegacia, em seu primeiro depoimento, ele alegou pensar estar em um sonho, disse que não iria falar mais porque não se lembra e que estava há muito tempo sem dormir devido a tomar rebites.

O motorista da carreta segue preso.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios