Policial

Brigada Militar encerra festas clandestinas em Lagoa Vermelha, Caseiros, Machadinho e Barracão neste final de semana

A noite deste sábado, 27, foi de trabalho intenso da Brigada Militar dos municípios de Lagoa Vermelha, Caseiros, Machadinho e Barracão, após denúncias de aglomerações em residências e festas clandestinas.

Em Machadinho uma festa clandestina em uma localidade reuniu 22 pessoas, sendo que cinco eram menores de idade. Com o apoio das guarnições de Maximiliano de Almeida e Paim Filho, os jovens, que faziam o uso de bebidas alcoólicas no local, foram identificados, sendo confeccionado Termo Circunstanciado para os participantes. Foi acionado o Conselho Tutelar para os menores e informado os responsáveis.

Já em Lagoa Vermelha a Brigada Militar recebeu diversas ligações informando que em uma residência havia aglomeração com música alta perturbando o sossego dos moradores. No local mais de oito pessoas estavam reunidas. O proprietário informou que se tratava de uma festa de aniversário, sendo confeccionado Termo Circunstanciado para o mesmo. Todos estavam sem máscara de proteção e em desacordo com Decreto Estadual que proíbe aglomerações e festas.

No município de Caseiros a situação não foi diferente. Também em uma residência foi constatado a presença de oito pessoas reunidas em uma garagem ingerindo bebida alcoólica. Um morador apresentou-se como proprietário responsável pela residência, sendo confeccionado Termo Circunstanciado para o mesmo.

No interior do município de Barracão a Brigada Militar localizou uma festa clandestina, onde cerca de 15 jovens, que faziam consumo e bebidas alcoólicas, estavam aglomerados em local confinado não respeitando o distanciamento social. Foi confeccionado Termo Circunstanciado para o responsável.

Na sexta-feira já haviam sido registradas aglomerações e festas clandestinas em outros municípios da região. A Brigada Militar, em parceria com os demais órgãos estaduais e municipais, vem realizando operações, intensificando as fiscalizações, com o objetivo de inibir aglomerações e a perturbação do sossego, afim de garantir o cumprimento das medidas sanitárias para prevenção da COVID-19.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios