Notícias

Atualização: seis pessoas aguardam leito de UTI no hospital de Veranópolis

Dessas, cinco são por conta do coronavírus e uma por outra enfermidade. Ao total, há 27 pessoas internadas em decorrência da covid-19 no hospital.

A situação do Hospital São Peregrino Lazziozi está agravada e a sobrecarga nas estruturas é uma realidade da casa de saúde. Agora, há cinco pacientes sob ventilação mecânica e um com máscara respiratória, aguardando leito de UTI. Desses, cinco estão positivados para a covid-19 e um está em situação grave por outra enfermidade. Além desses, há outros 22 pacientes com a doença internados na enfermaria, número que se converte em 27 pessoas com o coronavírus sendo atendidas no HCSPL.

A superlotação é nítida, visto que, as estruturas da casa precisaram ser expandidas. Normalmente, o hospital operava com o Posto 1 exclusivamente para casos de coronavírus. O máximo de ocupação dessa ala era 24 leitos. Esse número, por ter sido atingido, obrigou um remanejo das estruturas internas. Por isso agora, o Posto 2 também está destinado a casos covid-19. O aumento será realizado, dentro desse Posto, conforme a situação evolua na casa de saúde.

Os enfermos por outras doenças, que estavam nessa ala do hospital, também precisaram ser remanejados. Os que estavam no Posto 2, irão para o 3.

Terça-feira, dia 09 de março, a casa de saúde marcou um recorde negativo: 33 pessoas estiveram internadas, na parte da manhã, por conta da doença, maior número até então. Nesta semana, três pessoas faleceram aguardando uma vaga por leito de UTI na casa de saúde. O hospital informou na sexta-feira, dia 05, que suas estruturas estão esgotadas. 

A demora por encaminhamento, também é um aspecto delicado. Há uma das pacientes internadas que aguarda há nove dias pelo deslocamento, porém, por não ter vaga, aguarda no hospital. Saiba mais sobre esse contexto clicando aqui.

Veja também | Campanha para arrecadação de doações ao hospital de Veranópolis está sendo realizada

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios