Notícias

Atendimentos na Unidade Sentinela diminuíram em relação a última semana, mas números seguem elevados

Atendimentos passaram de 496 na semana do dia 22/02, para cerca de 466, nos últimos cinco dias.

Nas últimas semanas todo o RS viu diante de seus olhos a piora significativa dos indicadores epidemiológicos e o avanço acentuado da covid-19. Em Veranópolis, não foi diferente. Recordes negativos marcaram os últimos dias, no tocante a número de casos e testes aplicados, bem como no aumento de procura por atendimento.

Os dados desta semana, referentes ao período do dia 1º a 05 de março, apontam uma diminuição de atendimentos a pacientes suspeitos na Unidade Sentinela da cidade. Cerca de 466 pessoas precisaram de consulta médica no local, 30 a menos que na semana do dia 22 de fevereiro, na qual 496 veranenses precisaram de cuidados. Apesar dessa leve queda, os dados seguem sendo os piores registrados desde o início da pandemia.

Veja os dados diários:

  • Dia 1º, segunda-feira: 120 atendimentos, destes 27 casos POSITIVOS;
  • Dia 02, terça-feira: 97 atendimentos, destes, 38 casos POSITIVOS;
  • Dia 03, quarta-feira: 81 atendimentos, destes, 42 casos POSITIVOS;
  • Dia 04, quinta-feira: 87 atendimentos, destes, 38 casos POSITIVO;
  • Dia 05, sexta-feira: cerca de 81 atendimentos, destes, 29 casos POSITIVOS;

Os dados, assim, não negam a grave situação epidemiológica. Prova disso, por exemplo, é que novos recordes foram registrados. Os atendimentos na segunda-feira, dia 1º, superaram em 18 os registrados no dia 22 de fevereiro, em que já havia sido constatada superlotação. Se comparada, também, a última terça, dia 02, com a do dia 23, o acréscimo foi de dez consultas.

Análise de atendimentos demonstra que agora enfrenta-se o pior momento da pandemia | Informações da SMS

Nesta semana, ademais, o Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi, afirmou que está com sua capacidade de atendimento esgotada. Clique e saiba mais.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios