GeralRegião

“Ainda vai piorar antes de melhorar”, afirma Leite sobre a situação epidemiológica do RS

Em análise dos dados, o governador projeta que as próximas semanas sejam ainda de piora dos indicadores, visto que, pessoas que foram contaminadas ainda devem apresentar agravamento. Assim, o reflexo das medidas restritivas deverão demorar ainda alguns dias para ser sentido.

O governador do RS confirmou na tarde desta sexta-feira, dia 05 de março, que o RS ficará, por duas semanas consecutivas em bandeira preta. Ou seja, o risco altíssimo seguirá valendo em todo o Estado até 21 de março. O sistema de cogestão, que permite flexibilização das atividades, também permanece suspenso durante este período.

Leite anunciou ainda a prorrogação da suspensão das atividades gerais entre as 20h e às 5h até 31 de março. O governo também vai alterar protocolos da bandeira vermelha, de risco alto para covid-19, tornando-a mais restritiva.

As medidas adotadas pelo governador buscam barrar o avanço da pandemia, que está trazendo colapso ao sistema de saúde gaúcho. Em seu pronunciamento, ao afirmar sobre os dados epidemiológicos, projeta que os próximos dias ainda serão de agravamento dos casos da covid-19, visto que, os casos que já foram contaminados e que vão se agravando, ainda irão fazer pressão no sistema.

Por isso, constata-se que a melhora, que será reflexo das medidas restritivas, deva tardar ainda alguns dias para ser observada.

– Infelizmente, tudo que aconteceu de contágio já até aqui, nos faz cientes de que ainda vai piorar antes de melhorar, essa é a verdade. Os casos que já foram contaminados, nas semanas passadas, e que se agravam e que vão se agravando dentro dos hospitais ainda vão fazer essa pressão ser pior nos próximos dias e os óbitos também crescerem, consequentemente. Então, nós vamos continuar acompanhando nos próximos dias números ruins, enquanto a redução de circulação de pessoas vai se encarregando de ter menos contágios, para lá na frente, apresentar uma redução desses dados – finaliza Leite.

Veja também | A partir de segunda-feira, supermercados do RS não poderão vender itens não essenciais

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios