Notícias

A escola em Veranópolis: entenda como as aulas estão sendo realizadas neste momento de restrições

Em todo o RS estão proibidas as atividades presenciais nas escolas

Desde o início de março, as atividades presenciais na escolas gaúchas estão suspensas. Por conta disso, a educação, mais uma vez, precisou se reinventar. Em Veranópolis, aulas on-line, pela plataforma do Google Meet, que já eram realizadas em 2020, voltaram a ser protagonistas. O desafio de que todos os alunos sejam atingidos volta ao centro do debate e permeia os trabalhos realizados na cidade.

Segundo informações da Secretaria da Educação, o acompanhamento está sendo realizado de perto. Em levantamento junto as escolas, observou-se que as famílias começaram a investir mais em tecnologia, fato que faz com que a grande maioria dos jovens tenham acesso de qualidade as plataformas. Os discentes, porém, que não possuem as ferramentas, estão sendo recebidos nas escolas, com horário agendado, para acessar as aulas remotas nos computadores dos educandários. Transporte municipal está sendo disponibilizado a eles.

De forma geral, aulas síncronas, no horário que estaria acontecendo a aula presencial, são realizadas. De casa, cada criança acompanha as explicações e realiza os exercícios. Atividades impressas estão sendo entregues semanalmente, com retiradas nas escolas, sendo materiais que complementam o ensino remoto.

Futuro da escola

A educação veranense e seu futuro está à mercê dos decretos estaduais. A projeção é que nesta semana, novos protocolos, menos restritivos, sejam divulgados pelo governador Eduardo Leite. Caso haja permissão estadual, as aulas poderão retornar, mas nada ainda pode ser confirmado visto que, as decisões governamentais são delimitadoras.

Enquanto a indefinição se faz presente, uma certeza: a busca pela qualidade

A procura por um ensino de excelência se faz presente em todas manifestações da Secretaria de Educação. Mesmo a distância, esse segue sendo o objetivo. Reuniões semanais são realizadas com as escolas, para observar cada realidade. Os alunos, que por motivos específicos, não estão sendo atingidos, são alvo de preocupação e ações da SMED.

Enquanto não há definição de volta, a educação veranense, mesmo assim, se prepara. Um planejamento sobre como organizar o retorno em cada bandeira já está pronto, bem como, estrutura de EPI’s e equipamentos nas escolas. Para o futuro, incertezas, mas para o presente, ensino e preparo.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios