Notícias

Volta às aulas das turmas de 2º ano acontecem na tarde desta terça-feira na AVAEC, em Veranópolis

Momento marca o primeiro retorno de turmas do ensino fundamental para as atividades em 2021 no educandário

Um dia após o planejado, as aulas presenciais para turmas do ensino fundamental começam a acontecer na AVAEC Unidades Educacionais. Isso porque, o retorno que estava programado para a segunda-feira, dia 22 de fevereiro, precisou ser cancelado por conta de normativas do governo estadual e só pode acontecer hoje, dia 23.

A volta ocorre após permissão de volta às aulas presenciais para alunos da educação infantil, 1º e 2º anos do ensino fundamental, divulgada no final da tarde de ontem pelo governador do estado. Essa série de restrições devem-se ao avanço da pandemia de covid-19 no RS.

Assim, mesmo que de forma restrita e com menos alunos que o planejado anteriormente pelo educandário, a volta ocorre, sob restrições e protocolos de segurança. A volta hoje é apenas dos alunos do 2º ano, que chegam na escola acompanhados dos discentes da educação infantil, que estão indo para a instituição desde o dia 08 de fevereiro, sem pausa.

Já as demais turmas, porém, terão um processo de volta diferente: alunos do 1º ano (grupo permitido pelo governo do RS) retornarão na quarta-feira (24); do 3º ao 5º ano haverá uma forma de acolhimento on-line, feito pelas professoras, ao longo desta semana; alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio retornarão às atividades no próximo dia 02 de março, porém, mais informações a respeito de como isso ocorrerá serão oficializadas na próxima sexta-feira, dia 26.

Veja momentos desse retorno

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Mas se tivesse fiscalização,mais campanha talvez não tivesse tantos infectados,a impressão que da que isso não vai acabar tão rápido,porque não se vê fiscalização,não se vê campanha como o fique em casa que acabou,a única coisa que se vê são pessoas totalmente sem noção,eu acho que desde que iniciou a pandemia os protocolos teriam que ser mais rígidos,o que me parece que a economia está a frente da pandemia,agora entramos no salve -se quem puder,porque os leitos estão esgotados e mesmo assim as criaturas sem noção não respeitam a pandemia é lamentável

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios