GeralPolítica

Maioria das associações dos municípios do RS defenderam a manutenção da cogestão em reunião junto ao governador

Segundo o presidente da AMESNE, entidade responsável pela Serra Gaúcha, Eduardo Leite se sensibilizou com o pedido das associações. Dezoito das 27 entidades são favoráveis a essa possibilidade de autonomia.

Na manhã desta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, por volta das 10h, uma reunião foi realizada entre as 27 associações de municípios do RS, Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e governador Eduardo Leite, de forma on-line.

Como principal pauta, esteve a busca da maioria das regiões (18 das 27) pela manutenção do sistema de cogestão (que garante medidas menos restritivas que as delimitadas pelo governo estadual).

Segundo José Carlos Breda, presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMESNE), responsável pela Serra Gaúcha, o governador apresentou-se sensibilizado diante das demandas das regiões, principalmente sobre o sistema de cogestão, e comprometeu-se a levar a pauta ao gabinete de crise. Hoje à tarde, uma reunião deste último grupo será realizado e no final do dia as definições serão divulgadas.

Dessa forma, aponta-se uma possibilidade de manutenção da cogestão, situação que fará com que, mesmo com uma classificação mais agravada, as regiões possam manter medidas menos restritivas.

Na contramão, Leite solicitou que os prefeitos e prefeitas mantenham grande fiscalização, no fito de evitar aglomerações.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

6 Comentários

  1. Faz Bandera que queira fazer pouco muda cor agora não deixe empregado sem emprego o logista sem poder paga aluguel imposto que Sr e sua equipe sabe bate na porta cobra não deixe preço de nosso produto subir no mercado diminua imposto ou retire imposto faça algo
    Ou retire 30% de salário de todo governo e prefeito etc para cobrir retirada ou diminuir imposto nós vivemos com 1.100 a 2.000 porque vc morreria com 10.000 ao mês

  2. O Breda é responsável pela região pra pedir definições das cores da bandeira . Quantas pessoas ele que que pegue mais essa doença ? Se por um acaso um da minha família pegar isso é vim a óbito vou cobrar dele já que ele é o responsável pela região

  3. O governador vc manda ou não pouco adianta tá na bandeira preta e os prefeitos querem governar com congestão seria mais fácil deixar tudo na bandeira laranja e tava tudo certo

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios