Notícias

Em Veranópolis, dados epidemiológicos apresentam agravamento

Os números praticamente triplicaram. Casos positivados que eram 15 na segunda-feira, dia 15, chegou a 43 no dia de ontem. Esse quadro se repete no número de pacientes ativos e testes aplicados.

Na última semana, correspondente aos dias 15 a 19 de fevereiro, um aumento nos indicadores epidemiológicos de Veranópolis foi constatado. Em observação aos boletins desses dias, constata-se que dobrou o número de casos positivados, ativos e testes aplicados. Porém, o agravamento é ainda mais latente no início desta semana, mais precisamente no dia 22 de fevereiro.

Se comparados os dados do dia 15, segunda-feira passada, e ontem, dia 22, observa-se que os dados epidemiológicos triplicaram: de 15 casos positivos para 43, de 43 testes aplicados para 127 e de 30 pacientes ativos para 94.

DataCasos PositivosTestes aplicadosCasos ativosÓbito no dia
15/0215433001 (14/02)
16/021553400
17/022168500
18/022185570
19/02361027601 (não confirmado pelo boletim)
22/0243127940
Levantamento Studio

Essa situação é confirmada na Unidade Sentinela de Veranópolis, que apresentou, pela primeira vez, superlotação no dia de ontem. Diante disso, foi necessário que o Poder Público Municipal reforçasse a equipe que trabalha no local, buscando aumentar a capacidade de atendimento às pessoas que chegam ao local com suspeita de covid-19.

Segundo a Secretaria de Saúde, em nota divulgada sobre o fato, o quadro “é consequência das muitas aglomerações realizadas nas últimas semanas que não respeitaram os cuidados para prevenir e evitar a disseminação da covid-19”.

Os dados epidemiológicos são claros e demonstram um quadro que se repete em toda a macrorregião e estado, que também apresentou um aumento de casos e internações. Na região da Serra, por exemplo, o número de lotação em leitos de UTI aumentou em cerca de 6% se comparado sexta-feira, dia 19, a esta terça-feira, dia 23.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

29 Comentários

    1. Margarete Consalter Exato, agora querem fechar as escolas e as creches e muitos pais que precisariam que os filhos fossem pras escolinhas pra poderem ir trabalhar agora tem que ficar em casa cuidando pq não tem com quem deixar. Enquanto isso os vagabundos tirando sarro na rua se preocupando só com o rabo deles. Não sei porquê ainda não saiu essa lei, deveria ter saído ainda no início da pandemia. Ai queria ver só

  1. Tudo errado , e ali também pois tem gente com o vírus no meio de gente com suspeita …tu vai se consulta pq tá com suspeita e e bem capaz de sair infectado :( pq e um em cima do outro sem condições

    1. Miguel Salvetti sim, ontem era só pra mim pegar um receita. Liguei no posto central pra marcar me mandaram lá onde fazem o teste do civis sendo que sou do grupo de risco, com pessoas aglomerados crianças, idosos… vamos pensar

  2. Gente vocês tem que ver que não é só culpa de festinha praia e demais situações temos muitos outros casos em nossa cidade não quero defender estas aglomerações e festas e praia;mas um ano fechados se cuidando e assim mesmo os casos não diminuiram; vamos ter consciência dos fatos e encarar a REALIDADE.

  3. “Muitos copos , abraços, bebida no gargalo, narguile, pegação.
    Chega em casa, daquele jeito!
    Vai na geladeira bem louco e dá aquele gole bem servido e cheio de saliva no gargalo da garrafa de água.
    Come e joga o prato na pia, toma um banho, vai dormir.
    Mãe e pai acordam, pegam na maçaneta, na torneira, lavam os pratos e talheres.
    Usam o mesmo banheiro.
    Logo o pai ou a mãe começam a tossir, passam mal – o filho vem no Facebook pedir oração.
    Os pais não aguentam; agonizam e morrem.
    Postagens de luto :
    “Meu herói”,
    “Minha rainha”
    “Mais uma estrela no céu”.
    Um enterro rápido e sem dignidade.
    Fim.
    Fatalidade ?
    Pense nisso. É muito fácil culpar apenas as autoridades; cada um de nós tem seu papel nestes tempos sombrios.” 😞

  4. Pensavam que o coronavírus tinha acabado! Praias lotadas, festas e aglomeração, povo é responsável pela lotação dos hospitais e postos de saúde. Se ficasse em casa e quando fossem a rua usa-se máscaras e álcool em gel, mas não que víamos na rua quase todo mundo andando como não tivesse um vírus mortal circulando.

  5. O legal de tudo isso q vai da mil casos positivados dps eles anunciam q os testes estavam alterados é pode ter tido erro nos exames daí tá tudo certo de novo…. vão se fude 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤙

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios