GeralRegião

Áudio | Presidente da AMESNE fala sobre a classificação da Serra Gaúcha na bandeira preta

"É um momento de união, de trabalharmos juntos e de cumprirmos os protocolos para superarmos e vencermos mais esse momento difícil e desafiador", afirmou Breda.

Nesta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, a Serra Gaúcha foi classificada na bandeira preta no mapa definitivo do distanciamento controlado. Com isso, uma série de restrições será imposta aos cidadãos dessa região, com o objetivo de barrar o avanço da pandemia de covid-19.

Como a cogestão está vigorando, medidas menos restritivas poderão ser adotadas pelos municípios, partindo do pressuposto da autonomia de cada região. Veja o que diz a cogestão da macrorregião de Caxias do Sul.

A Serra Gaúcha poderá, assim, seguir os protocolos de sua cogestão, situação que permite aos municípios da região implementar medidas menos restritivas que as do governo estadual. Apenas a questão da volta às aulas não poderá ser flexibilizada, sendo permitido à localidade apenas realizar aulas presenciais com alunos da educação infantil, 1º e 2º ano.

O momento é difícil e é essencial o apoio da comunidade, como afirma o presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMESNE), José Carlos Breda.

– É um momento de união, de trabalharmos juntos e de cumprirmos os protocolos para superarmos e vencermos mais esse momento difícil e desafiador – pontua.

Ouça o pronunciamento do presidente

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios