Geral

Ação de estelionatários na venda de televisão é coibida em Gramado

Durante abordagem na ERS-235, km 32, em frente ao Grupo Rodoviário de Gramado, na madrugada da quinta-feira (18/2), foi abordado o veículo Ford Ka, com placas de Gramado, conduzido por um homem de 51 anos. Dentro do veículo os policiais militares do 3° Batalhão Rodoviário da Brigada Militar encontraram uma televisão de 50 polegadas.

O condutor informou que é motorista de aplicativo e que recebeu o chamado para realizar uma corrida da cidade de Gramado/Caxias do Sul, para entregar o eletrônico. A guarnição desconfiou do modo como a televisão estava sendo comercializada e fez contato por WhatsApp com o comprador, que quando identificou que falava com a polícia militar se passou por um policial do 12°BPM. Posterior outro indivíduo entrou em contato com os PMs e se identificou como um delegado da cidade de Canela, e questionava o motivo da entrega não ser realizada, momento em que foram feitas algumas perguntas ao suposto delegado e ele não soube responder e bloqueou o contato. Os policiais militares ligaram para o vendedor da TV e informaram que a compra do produto seria um golpe. O mesmo aguardava o depósito do pagamento que iria ser efetuado na quinta-feira, pela manhã. Diante dos fatos, foi conduzido as partes envolvidas, a televisão e os prints das conversas via WhatsApp para o registro de ocorrência de Estelionato Tentado junto à Delegacia de Polícia Civil de Gramado.

O comando do 3°BRBM deixa um alerta à população de Gramado sobre as compras e vendas realizadas de modo individual por aplicativo, já que somente nesta semana os policiais atenderam duas ocorrências de estelionato na região. Comunicação Social do 3°BRBM.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios