GeralPolicial

Preso suspeito de comandar o ‘mega-assalto’ em Criciúma

A polícia de São Paulo prendeu nesta quarta-feira (13), em Limeira/SP, um homem de 45 anos, apontado como um dos assaltantes mais procurados do país. As polícias de São Paulo e de Santa Catarina suspeitam que ele tenha comandado o maior assalto da história de Santa Catarina, em novembro de 2020.

Ele estava foragido há seis anos e é considerado um dos principais envolvidos em roubos audaciosos no Brasil e no Paraguai, envolvendo ataques a bancos e caixas eletrônicos. Segundo as investigações, Santos também participou do roubo da empresa de transporte de valores Prosegur, no Paraguai, em 2017, e no Aeroporto de Blumenau, em março de 2019.

O suspeito foi apresentado no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na capital paulista.

De acordo com o Deic, o preso é especialista em invasões e explosões de empresas de transportes de valores, agências bancárias e aviões pagadores, além de ser um dos implementadores da formação de bandos para atacarem cidades, modalidade conhecida como “novo cangaço”.

É investigado por invasões em bando de cidades no interior da Bahia, Pernambuco e Maranhão. Os alvos eram agências bancárias e casas lotéricas. Ele também é suspeito de participar de interceptações de três carros-fortes na rodovia dos Tamoios, em Paraibuna, no Vale do Paraíba.

A Polícia Civil informou que sempre manteve o criminoso sob investigação e foi possível identificar um imóvel usado por ele. O local acabou cercado e não houve resistência de Santos durante a prisão, diz o Deic. A casa foi inspecionada e nenhum tipo de armamento ou explosivo foi encontrado no local.

Ele estava foragido desde 2014, quando foi resgatado por integrantes da quadrilha do Centro de Detenção Provisória de Franco de Rocha, na Grande São Paulo. O estabelecimento prisional foi atacado por indivíduos armados de fuzis. Ele conseguiu fugir e permaneceu solto até hoje.

Com informações do G1 SC.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios