EsportesNotícias

A camisa que une uma cidade: VEC completa 29 anos de história

Rádio, fone de ouvido, almofada e ingresso. Tudo pronto, é dia de jogo. Ao chegar no estádio Antônio David Farina, já se pode escutar a Raça Pentacolor cantando, a imprensa circulando, o movimento dos torcedores e de quem está trabalhando no bar, afinal, é dia de jogo. Independente da idade, com certeza, todo veranense já passou pela cena descrita acima. Isso se deve ao fato do Veranópolis Esporte Clube Recreativo e Cultural, estar na vida e história do povo da cidade. As cores que vestem os jogadores em campo são as mesmas que marcam famílias, pessoas e vidas. Por isso, em Veranópolis, o VEC pode ser considerado muito mais que um time.

Neste dia 15 de janeiro de 2021, o clube comemora seus 29 anos de existência. Fundado em 1992, o time foi o resultado de uma fusão entre o Clube Atlético Veranense e o Grêmio Esportivo e Cultural Dalban. Desde então, muita gente foi marcada pelo VEC. O hino que pontua que o clube “surgiu da força de um povo” esquece de dizer, assim, o quanto a comunidade se unificou após a sua criação.

Na momento da foto, tirada no dia 15 de janeiro de 1992, o Estádio Antônio David Farina e o Estádio Alsemiro Laurino Guzzo eram escriturados à Prefeitura de Veranópolis

A importância do VEC na vida de alguns veranenses foi marcada pela série “Vec: a história de um povo pentacolor”, que contou histórias, alegrias e emoções de pessoas que vivenciaram o dia a dia do clube. Relembre essas memórias:

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios