Geral

Mulher de 61 anos morre ao cair nas águas do rio Guaporé em Vespasiano Corrêa

Segundo a Rádio Aurora de Guaporé, as forças da segurança pública registraram uma tragédia nas águas do rio Guaporé, na zona rural do município de Vespasiano Corrêa. Uma mulher, de 61 anos, morreu afogada na noite do domingo, dia 20 de dezembro, por volta das 8h, na altura da Pedra da Tartaruga, nas imediações do famoso Viaduto de Exército (V13). Edite Waczyleski, moradora do bairro São José em Guaporé, é a vítima fatal.

Conforme informações da Brigada Militar (BM) e Polícia Civil (PC), que atenderam a ocorrência, Edite estava junto com o marido pescando nas margens do flúmen. Ele, por alguns minutos, deixou-a sozinha no local e ao retornar percebeu que a companheira não encontrava-se mais. O homem, num primeiro momento, acreditou que ela estivesse se deslocado até a residência que possuem e é utilizada aos finais de semana. Porém, após verificação a mulher não foi localizada. Acompanhado de um outro homem, ele retornou ao rio Guaporé e encontraram, num primeiro momento, somente o calçado da vítima. Na sequência, visualizaram o corpo que estava nas águas do rio.

O marido acionou os policiais da Brigada Militar (BM) que constataram a morte. O local foi isolado e o comunicado efetuado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), de Lajeado, para o registro da tragédia. O corpo de Edite, que é natural de Serafina Corrêa, foi encaminhado para Departamento Médico Legal (DML) para a necropsia que apontará as causas da morte.

Agentes da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Encantado, coordenados pelo delegado Augusto Cavalheiro Neto, serão os responsáveis pela investigação.

Com informações de Eduardo Cover Godinho da Rádio Aurora de Guaporé.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios