Notícias

Diretor do hospital de Veranópolis explica como a casa de saúde está lidando com o aumento repentino de casos da Covid-19 na cidade e região

O informe epidemiológico do município de Veranópolis da última quarta-feira, dia 02 de dezembro, apontou a seguinte situação: “estão internadas no Hospital São Peregrino Lazziozi 07 pessoas confirmadas com Covid-19 e outras 04 pacientes suspeitos de contaminação com esse vírus, superlotando as vagas que estavam destinadas para essa doença”. Assim, onze pessoas estariam internadas por conta da doença. Diante disso, o fato gerou dúvidas por parte da população, visto que, os leitos especializados para covid-19 disponíveis na casa de saúde são 10.

Dessa forma, na manhã desta quinta-feira, dia 03, a reportagem da Studio conversou com o diretor do hospital, Rogerio Franklin, que explicou a situação. Segundo ele, o local possui a delimitação prévia de 10 leitos para casos de coronavírus, entretanto, conforme as pessoas suspeitas e confirmadas para a doença chegam, continuam sendo acomodadas mesmo que passando desse número. Essa organização se faz por meio de um remanejo interno de leitos, com o objetivo de atender a demanda e a necessidade de urgência.

Dessa forma, os casos graves de covid-19 que chegam ao hospital são atendidos e isolados, entretanto, acabam por superlotar a estrutura. Esse fato pode acarretar, por falta de leitos, cancelamentos de cirurgias que estavam agendadas e outros procedimentos não emergenciais. Essa situação, ademais, ainda não é a que se observa no hospital.

Ao total, o local possui 63 leitos, os quais serão remanejados conforme a urgência. Além disso, na casa de saúde, apenas casos graves são atendidos, visto que, a triagem segue acontecendo na Unidade Sentinela.

Assim, reforça-se a importância da comunidade em geral seguir com os cuidados, evitando aglomerações e, por consequência, barrando o avanço do vírus.

📰 Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então faça parte de nosso grupo. Caso queira receber nossas notícias no Telegram, assine nosso canal.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

2 Comentários

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios