Geral

Casal é preso em Campinas suspeito de ligação com mega-assalto de Criciúma; prisões sobem para 11

Segundo o Portal G1, um casal de Campinas (SP) foi preso nesta quinta-feira (3) suspeito de participação no mega-assalto a um banco em Criciúma (SC) no início da semana. Um suspeito ligado ao casal ainda é procurado. As prisões ocorreram após denúncia anônima. Agora, sobe para 11 o número de presos por envolvimento no caso.

Na noite de segunda-feira (30), cerca de 30 pessoas encapuzadas causaram terror na cidade catarinense ao roubar o cofre de uma agência do Banco do Brasil. Funcionários foram feitos reféns, vias foram bloqueadas e disparos com armas de grosso calibre foram efetuados. A ação criminosa durou quase duas horas.

Nesta quinta-feira, em Campinas, munições de fuzil e explosivos similares aos usados no ataque foram apreendidos. O homem e a mulher presos, de 41 e 36 anos, foram levados para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), em São Paulo.

De acordo com o coronel Rogério Silva, da PM de São Paulo, a mulher teria admitido participação no crime e, segundo o policial, em seu celular foram localizadas mensagens que comprovam o elo com o mega-assalto.

O comandante do policiamento de São Paulo, que enviou uma equipe da Rota e teve apoio do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) de Campinas, esteve em três endereços na cidade: o imóvel do casal no Parque Fazendinha, uma sala comercial no Centro e o imóvel dos pais da suspeita, no Parque São Jorge.

O coronel destacou que o serviço de inteligência da polícia confirmou que um dos veículos utilizados no mega-assalto havia sido abastecido em posto de combustíveis na Rodovia Anhanguera, em Campinas.

Imagens mostrariam o casal no veículo, sendo dirigido pelo marido. “No escritório, localizamos o cartão de crédito utilizado no abastecimento”, diz Silva.

Homem procurado é irmão de mulher presa

Segundo o policial, o terceiro suspeito de Campinas ligado ao crime é irmão da mulher presa nesta quinta. Os investigadores acreditam que o material encontrado na casa dos pais dela, como munições e explosivos, tenha ligação com o irmão.

O material será enviado para perícia mas, de acordo com o coronel, uma análise preliminar indica que os explosivos apreendidos e

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios