You dont have javascript enabled! Please enable it!

Geral

Pai acusado de matar filha por herança é julgado em SP

Segundo a Record TV e o Portal R7, o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) iniciou nesta quinta-feira (22) o julgamento do publicitário e ex-cabo da Aeronáutica Frederico Carneiro Soares, que confessou ter matado a filha, Maira Cintra Soares, crime ocorrido em 2017.

As razões do assassinato, cometido na frente dos netos do acusado — três crianças com idades entre quatro e nove anos —, seriam a posse de uma casa que havia sido deixada como herança pela mãe da vítima e uma pensão mensal de R$ 8 mil de outro filho que tem problemas psicológicos.

“Foi um homicidio cometido com brutalidade extrema, na frente dos filhos pequenos, na frente da casa da ofendida, um crime muito grave que merece por parte da Justiça de SP, uma resposta a altura”, comentou o promotor de justiça Felipe Zilberman, responsável pela acusação.

Os advogados que representam Frederico tentam convencer os jurados do Fórum Criminal Mário Guimarães, na Barra Funda, zona oeste da capital paulista, onde o processo é julgado, que o réu agiu em legítima defesa. Vizinhos gravaram o momento dos disparos.

Segundo a tese dos defensores, Frederico teria atirado ao ser contido por vizinhos e não com a intenção de matar a filha. No entanto, laudos da Polícia Científica, apresentados durante o julgamento, indicam que ao menos um dos disparos foi feito à queima-roupa.

Agravantes

Caso condenado, a pena de Frederico poderá ter um acréscimo em função da motivação do crime, pelo fato de o réu não ter dado chance de defesa para a vítima, além de se tratar de um crime contra a mulher.

O fato de Frederico ter matado a própria filha na frente dos netos também é um fator agravante no tempo de condenação.

📰 Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então faça parte de nosso grupo. Caso queira receber nossas notícias no Telegram, assine nosso canal.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido