You dont have javascript enabled! Please enable it!

Geral Policial

Casal é preso por vender vacinas contra a gripe adulteradas em Caxias do Sul

Segundo o Portal Leouve, agentes da 1° Delegacia de Polícia, coordenados pelo Delegado Vítor Carnaúba, prenderam preventivamente duas pessoas, homem e mulher, de 46 anos e 36 anos, respectivamente, por crimes contra a saúde pública, falsidade ideológica e uso de documento falso. A ação ocorreu na manhã desta segunda-feira (3).

Eles são acusados de vender e também aplicar vacinas adulteradas contra a gripe.

O laudo de análise do material com eles apreendido, confirmou a adulteração, sendo que o líquido encontrado era, provavelmente, soro fisiológico.

Segundo investigações, a empresa do casal adquiriu 300 doses de distribuidor autorizado, mas foram comercializadas e aplicadas mais de mil doses ao longo dos últimos três meses. As imunizações ocorreram dentro de duas clínicas médicas, em diversas salas locadas pelo casal e muitas empresas também contrataram os serviços por eles ofertados.

O ato criminoso não ocorreu somente em Caxias do Sul, sendo que houve a aplicação destas vacinas em, pelo menos outras três cidades: Gravataí, Porto Alegre e Cambará do Sul. A mulher, que dizia ser técnica em enfermagem, sequer possui habilitação junto ao órgão de classe (Coren) e apresentava um falso diploma, que também foi apreendido pelos policiais.

Os investigados foram autuados em três oportunidades; pela Vigilância Sanitária Municipal e tiveram seu estabelecimento interditado, mesmo assim insistiam em prosseguir suas atividades.

Após os procedimentos legais, os presos serão conduzidos ao sistema prisional.

ATENÇÃO! Quer continuar receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte do novo grupo. Os grupos antigos deixaram de funcionar devido a uma atualização do WhatsApp.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido