You dont have javascript enabled! Please enable it!

Geral Policial

‘Existem contradições relevantes’, diz delegado sobre depoimentos da mãe e do irmão de menino morto em Planalto

Segundo o Portal G1, o irmão de Rafael Mateus Winques, de 11 anos, morto em Planalto, no Norte do estado, foi ouvido pela polícia nesta segunda-feira (1). Segundo o delegado Eibert Moreira Neto, há diferenças no depoimento da mãe, Alexandra Dougokenski, e no do adolescente de 16 anos.

“Fazendo análise das contradições existentes entre a versão apresentada pela Alexandra com a versão apresentada pelo [irmão]. Existem contradições relevantes, que a gente precisa explorar a partir de agora, mas isso será feito agora nos próximos dias. Estamos alinhando essas contradições e fazendo análises delas vamos desdobrar as próximas diligências”, afirmou o delegado.

Um laudo preliminar do Posto Médico-Legal de Carazinho indicou que Rafael morreu por asfixia mecânica por estrangulamento. O caso é tratado como homicídio doloso pela polícia.

Por ser menor de idade, o adolescente foi ouvido pelo método de depoimento especial, no qual participa um profissional com treinamento específico.

“Ele foi ouvido como testemunha, mas levando em consideração que na casa existiam três pessoas: Alexandra, o [irmão] e o Rafael, sendo que o Rafael é vítima, e Alexandra é investigada confessa, a gente inicialmente está tratando ele [o irmão] como testemunha. Isso não obsta que ele seja no decorrer da investigação considerado como suspeito, mas isso só vai acontecer se verificarmos que as contradições não foram esclarecidas”, apontou Eibert.

A polícia ainda aguarda os laudos do Instituto Geral de Perícias (IGP), mas antecipa que, mesmo sem os resultados, já foi verificado contradições com o depoimento de Alexandra.

Mesmo Alexandra alegando que agiu sozinha, a polícia não rejeita a hipótese de outras pessoas terem participado do crime.

O delegado afirmou que o pai de Rafael poderá ser ouvido novamente. A polícia espera terminar a investigação em 30 dias

Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido