Notícias

Pesquisa feita em Veranópolis realiza diagnóstico de perdas no setor do Turismo, no município

Nesta quinta-feira (14), a Turismóloga, Gisele Martins da Cunha e a Secretária de Turismo de Veranópolis, Diana Alessio, atualizaram informações sobre a situação da pasta do Turismo no município, em entrevista à Studio.

Uma pesquisa foi realizada junto aos principais setores vinculados ao turismo de Veranópolis, para diagnosticar quais foram os reais danos e perdas que eles sofreram com a crise que afetou o setor drasticamente.

O diagnóstico é vasto, pois, muitos estabelecimentos permaneceram fechados totalmente por estar integralmente ligado ao turismo, enquanto outros puderam manter alguns serviços acontecendo, por meio de mudança na maneira de divulgar e vender. Durante toda esta pesquisa, mesmo que as perdas tenham sido dominantes, alguns empreendedores fugiram da curva, e conseguiram aumentar seu faturamento por meio de uma melhor adaptação e reinvenção.

Na coleta dos diagnósticos, a grande maioria conseguiu se adaptar a nova forma de vender, totalmente virtual. Alterações de entrega, de cardápios, uso expressivo das mídias e até a revisão da forma de atendimento foram constatadas. O momento foi, sem dúvidas, de muita resiliência e reinvenção, afirmou a Turismóloga. Um dos principais legados que esta pandemia poderá deixar, segundo ela, é a busca por novas formas de empreender. Diana acrescentou, também, a grande importância das mídias, questão que será ainda mais valorizada a partir de agora.

O grande empecilho que o turismo encontra é o fato de que ele deve ser feito presencialmente, nada substitui o viajar e conhecer ao vivo. Contudo, o importante das mídias, segundo Gisele, é que os estabelecimentos permaneçam aparentes e que possam continuar sendo lembrados, pois em algum momento as pessoas voltarão a sair e quando isso acontecer as pessoas terão uma referência de onde ir. Sobre isto, Diana reiterou que, o papel do virtual é que as pessoas sintam vontade de vir para Veranópolis, a partir do que é exposto.

A perspectiva é que a volta do crescimento do setor ocorra apenas em agosto/setembro na nossa região. Os eventos culturais são a grande aposta de retorno, os quais, consequentemente irão atrair mais turistas.

O apoio está sendo feito, também, pelo município, o qual disponibiliza lives, cursos e demais atividades para que a reinvenção ocorra e os empreendedores possam se manter atualizados e desenvolvam estratégias. Todas as opções serão divulgadas nos próximos dias. Outra questão é foco de auxílio e incentivo pelo Poder Público é à regulamentação dos estabelecimentos, principalmente restaurantes, para que estes locais que geram empregos não necessitem ser fechados, principalmente neste momento de pandemia.

Confira a entrevista completa

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios