Notícias

Secretaria de Turismo e Cultura lança pesquisa para Plano de Retomada do Turismo em Veranópolis

A Secretaria de Turismo e Cultura lançou, nesta semana, a Pesquisa para o Plano de Retomada do Turismo em Veranópolis, visando a criação de ações para recuperação do setor após as consequências causadas pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com os empresários, o turismo foi o primeiro a ser atingido e pode ser o último a se recuperar.

A pesquisa é direcionada para empreendimentos turísticos (hospedagens, gastronomia, vinícolas, guias de turismo, serviços de lazer, lojas de artesanato e souvenirs) e empreendimentos correlatos, como comércio e serviços (lojas, transporte de passageiros, farmácias, postos de gasolina, espaços para eventos, dentre outros), que fazem parte da cadeia turística.

Os resultados servirão para nortear as políticas públicas do Município e da Rota Segredos da Maçã, em consonância com as estratégias que estão sendo desenvolvidas no Roteiro Termas e Longevidade e na Região Turística Uva e Vinho.

Conforme a Secretária de Turismo e Cultura, Diana Alessio Tomiello, a proposta da pesquisa é de conhecer a situação atual do setor, para que os resultados norteiam seu plano de retomado, tanto no Município quanto na Microrregião do Termas e Longevidade. “Deste modo, será possível pensarmos em estratégias juntos aos empreendimentos a curto, médio e longo prazo” destaca a Secretária.

Solicita-se aos empresários que participem do levantamento para que Veranópolis e região tenha um panorama da realidade e possa planejar ações futuras, visando recuperar o setor.

➡️ Para responder ao questionário, basta acessar o link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdweGP97ah2eQhRZCbLXH4Qjd5GotNWL5LNpEYNjDrLZ6ASIA/viewform

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios