You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Geral

Polícia de SP apura se alunos colocaram veneno para matar barata em garrafa de água de professora que passou mal

Uma professora passou mal na tarde de quinta-feira (13), após tomar água da sua garrafa durante o intervalo de uma aula em uma escola estadual no Grajaú, na Zona Sul de São Paulo.

A Polícia Civil investiga se alunos colocaram veneno para matar baratas dentro da garrafa de água.

A Polícia Militar (PM) foi acionada por funcionários da Escola Estadual Doutor Aniz Badra, no Parque Cocaia, para atender a ocorrência.

As informações iniciais ainda não confirmadas é de que dois estudantes, com idades entre 10 e 11 anos, teriam colocado inseticida para matar baratas na garrafa de água da professora.

A mulher foi socorrida ao hospital da região do Parque Cocaia. Ela foi medicada e liberada após ser submetida a uma lavagem estomacal. O nome da educadora não foi divulgado. A reportagem também não conseguiu localizá-la para comentar o assunto.

O caso foi registrado no 101º Distrito Policial (DP), Jardim das Imbuias. Como existe a suspeita de envolvimento de menores de idade, o Conselho Tutelar, os pais dos alunos e representantes do Ministério Público (MP) que trabalham na Vara da Infância e Juventude foram acionados para acompanhar a apuração.

A polícia tenta entender porque as crianças teriam envenenado a professora.

Com informações do Portal G1.

– Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte de nosso grupo.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido