You dont have javascript enabled! Please enable it!

Policial

Deflagrada Operação Origem no combate ao tráfico de drogas e crimes conexos em Erechim

Na manhã desta quinta-feira, a Polícia Civil de Erechim deflagrou a operação ORIGEM, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa envolvida no tráfico de drogas e em uma série de outros crimes praticados na cidade de Erechim e região.

A investigação, realizada pela DRACO de Erechim, durou aproximadamente 09 meses e identificou os indivíduos que faziam parte do grupo criminoso organizado, inclusive os líderes da organização (dois presos recolhidos na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas – PASC). Nesse período também foram realizadas várias prisões/apreensões (menores infratores) em flagrante por tráfico de drogas e outros crimes/atos infracionais cometidos pelos criminosos.

Além do tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas o grupo também é responsável por homicídios ligados ao tráfico de drogas, roubos a joalherias (dois estabelecimentos assaltados em Barão de Cotegipe e um em Erechim, todos no ano de 2019), corrupção de menores, entre outros delitos.

Ainda conforme a investigação, a organização criminosa atua, especialmente, no bairro São Cristóvão, em Erechim.

Na ação desencadeada nesta data pela polícia foram presos preventivamente 21 pessoas, todas envolvidas com o grupo criminoso organizado, sendo 02 dessas prisões efetuadas na cidade de Porto Alegre, pelo DENARC, da Polícia Civil. Foram cumpridos também 16 mandados de busca e apreensão em diversos locais do município de Erechim que resultaram na obtenção de mais material probatório relacionado aos crimes investigados pela DRACO. Entre prisões e buscas, 40 ordens judiciais foram executadas pela Polícia Civil.

Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido