You dont have javascript enabled! Please enable it!

Geral Política

Prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra sofre impeachment

Em uma sessão que começou ainda na manhã da sexta-feira (20) e se estendeu até a manhã deste domingo (22), o prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra (Republicanos) foi afastado do cargo após a votação da primeira das três denúncias que foram aceitas pelas comissão processante. O primeiro item a ser votação foi a não permissão por parte da administração municipal da realização da benção dos Freis Capuchinhos na Praça Dante Alighieri. O resultado final foi de 18 votos a favor da cassação e 4 votos contrários.

Votaram no primeiro tópico da denúncia pelo afastamento os vereadores Edio Elói Frizzo (PSB), Alberto Meneguzzi (PSB), Alceu Thomé (PTB), Adiló Didomenico (PTB), Gustavo Toigo (PDT), Paulo Pérco (MDB), Rafael Bueno (PDT), Edi Carlos Pereira de Souza (PSB), Paula Ioris (PSDB), Kiko Girardi (PSD), Arlindo Bandeira (PP), Felipe Gremelmaier (MDB), Edson da Rosa (MDB), Velocino Uez (PDT), Ricardo Daneluz (PDT), Adriano Bressan (MDB), Rodrigo Beltrão (PT), Tatiane Frizzo (Solidariedade).

Já Elisandro Fiuza (Republicanos), Renato Nunes (PR), Denise Pessôa (PT) e Renato Oliveira (PCdoB), votaram contra o texto.

O vereador Flavio Cassina (PTB) se absteve do voto.

A segunda denúncia contra Daniel Guerra, no caso em que houve obstrução do trabalho do Conselho de Saúde ao não ouvir o órgão sobre as reformas do Postão 24h, a votação obteve o mesmo placar. Daniel já seria afastado apenas com o resultado da primeira denúncia.

Com informações do Portal Leouve.

error: Este conteúdo é protegido