Geral

Litoral já registra mais de 26 mil lesões por água-viva

Segundo o Jornal NH, mais de 26,2 mil lesões por água-viva foram registradas no litoral gaúcho entre o dia 21 de dezembro até esta segunda-feira, 30. Os dados são do levantamento da Operação RS Verão Total, que no mesmo período de 2018 registrou 12,5 mil casos. Com a incidência do animal marinho o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul orienta os veranistas a incluírem no ‘kit praia’ uma garrafa com vinagre e borrifador. “Os estoques nas guaritas estão diminuindo rapidamente”, diz o chefe da Assessoria de Operações e Defesa Civil do Corpo de Bombeiros Militar, major Isandré Antunes.

Em conversa com a reportagem, guarda-vidas informaram que o vinagre é comprado por eles. “As pessoas reclamam quando acaba o vinagre, mas fazemos o que podemos. Fazemos na boa vontade”, comentou um guarda-vidas que atua em Tramandaí

Somente entre dezembro de 2018 e março de 2019 foram registrados quase 111 mil lesões por queimadura de água-viva, também conhecida como mãe-d’água ou medusa. No Litoral, os locais com infestações do animal marinho são demarcados com bandeiras roxas.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Alert: Conteúdo Protegido

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios