You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Geral

Dia de Campo em Nova Prata reúne centenas de produtores de leite

A bovinocultura de leite é uma atividade prioritária para 37 dos 49 escritórios municipais da Emater/RS-Ascar na região da Caxias do Sul, onde 5.300 produtores são assistidos pela Extensão Rural, cooperativas e parceiros. A fim de apresentar novas alternativas e tecnologias para tornar a atividade mais rentável e sustentável, Emater/RS-Ascar, Prefeitura e Cooperativa Santa Clara promoveram, na quarta-feira (09/10), o Dia de Campo Regional sobre Bovinocultura de Leite, nas comunidades de Santa Líbera e Campestre, em Nova Prata. O evento contou com a participação de mais de 1,2 mil pessoas de diversos municípios. Estiveram presentes o presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri, o prefeito Volnei Minozzo, o representante da cooperativa Santa Clara, Arlei Schwarzbach, o representante do governo do Estado, secretário de Obras e Habitação, José Stédile, além de representantes do poder legislativo municipal e estadual.

A importância do conhecimento, da profissionalização, da gestão, da tecnologia, da Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) e do cooperativismo para a qualidade, a sustentabilidade e a rentabilidade da bovinocultura leiteira foi destacada pelo presidente da Emater/RS. “Um evento desses só se consegue com a força da Emater e do cooperativismo, que apoiam e fomentam a atividade”, acrescentou o representante da Santa Clara. O prefeito comentou a grande participação de jovens no evento. “Tenho certeza que a presença desses jovens, e de todos vocês aqui, é a garantia da permanência no meio rural produzindo alimentos”, disse.

Divididos em grupos, os produtores participaram de quatro estações temáticas. Na primeira, sobre irrigação de pastagens, extensionistas da Emater/RS-Ascar apresentaram essa tecnologia como forma de incrementar a produção e dar segurança em períodos de estiagem. Na de armazenagem de alimentos, os extensionistas explanaram sobre alguns alimentos conservados para complementar a alimentação a pasto: silagem de inverno e de verão, de grão úmido e de grão seco, feno e pré-secado, além das vantagens de ter um silo secador na propriedade. Em outra estação, foi apresentado um sistema de produção de baixo custo, com foco na alimentação à base de pasto. O piqueteamento, o manejo utilizado na propriedade, que trabalha bastante com pastoreio noturno, os pontos ideais de entrada e saída dos animais do pasto e um modelo de bebedouro móvel desenvolvido pela Embrapa foram alguns dos pontos destacados. A qualidade do leite também foi tratada pela Cooperativa Santa Clara, que esclareceu sobre a adequação às Instruções Normativas 76 e 77.

“Nós e os produtores de leite não conseguimos mexer em preço, nós temos que mexer onde nós conseguimos ter ação, e essa ação se dá da porteira para dentro da propriedade, fazendo com que esses animais rendam mais, melhorem geneticamente, fazendo com que os produtores aproveitem bem suas áreas e se adequem às normativas 76 e 77, que tratam da qualidade do leite e que não são excludentes, mas um exercício de proteção do consumidor. Em que pese toda a crise que temos hoje no planeta em termos de consumo de leite, nós estamos apresentando resultados em que o produtor com tecnologia, usando pastagens, ainda está dentro de uma margem de lucro satisfatória. Um exemplo mostrado em uma dessas propriedades é o aumento na produção de leite para 200 litros/dia, apenas com a mudança de horário de pastejo dos animais”, explicou o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar de Nova Prata, João Carlos Reginato.

Produtor de leite no município de Cotiporã, Tiago Frizzon sempre participa das atividades nesta área. Para ele, o produtor precisa buscar tecnologias para incrementar a produção e conseguir manter-se na atividade, e isso é proporcionado pelo dia de campo. “A irrigação é algo cada vez mais importante. As estiagens estão tirando nosso potencial produtivo. Então é bom termos uma noção melhor disso, porque o custo benefício da irrigação é bom”, exemplifica.

O dia de campo teve ainda diversas atividades voltadas para a diversificação e a sustentabilidade das propriedades rurais, como horta doméstica, avicultura colonial controle da mosca-das-frutas, plantas medicinais, meliponídeos e jardinagem, artesanato e agroindústrias, além de exposição de máquinas, equipamentos e insumos. O evento teve o apoio da Embrapa, Sindilat/RS, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Cooperlate, e o patrocínio de várias empresas.

Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Caxias do Sul

– Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte de nosso grupo.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. Fenachamp 2019

    3 outubro | 08:00 - 27 outubro | 17:00
  2. Onze20 | SOAL

    7 dezembro | 23:00

WhatsApp

error: Este conteúdo é protegido