You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Resenhas Studio Sports

O Inter de Odair – Cruzeiro 0x1 Internacional (Copa do Brasil – Semifinal – ida)

Quem imaginaria que aquele técnico interino que assumiu o Inter no final do fatídico ano de 2017 estaria completando 100 jogos pelo Colorado em meio às decisões importantes, como uma Semifinal de Copa do Brasil e Quartas de Final de Copa Libertadores, quase dois anos depois?

Assumindo a oportunidade de sua vida, um Inter aos trancos e barrancos em meio à reconstrução da pior parte de sua história, Odair foi mostrando aos poucos para que veio. A manutenção do técnico e sua comissão são fundamentais para explicar o atual momento da equipe. Logicamente é contestado em alguns momentos, mas não posso deixar de enaltecer seu trabalho e consequentemente da diretoria que teve coragem para mantê-lo no cargo nas situações adversas.

Contra o Cruzeiro, em Minas Gerais, esperava-se um jogo nervoso, mesmo em meio à crise institucional que vive a equipe mineira, tínhamos um adversário competente, o grande rei de copas, já que são seis as conquistas dos mineiros.

O jogo transcorreu sem muitas chances para ambos os lados, principalmente no primeiro tempo. Mesmo jogando em casa, o Cruzeiro não avançou muito suas linhas e Marcelo Lomba foi quase um expectador durante os 90 e poucos minutos de futebol. As melhores chances foram do Inter, obrigando o goleiro Fábio a fazer pelo menos três grandes defesas. Inclusive na cobrança de falta maestral de Paolo Guerrero, ah, essa bola deveria ter entrado na gaveta do arqueiro cruzeirense, mas não por nada caiu nos pés de outro merecedor, Edenilson, motor do time.

O Colorado volta a Porto Alegre com uma enorme vantagem e com um pé na final. Todavia, o Cruzeiro é um time com boas peças e tem condições de inverter a situação, temos quase um mês até o jogo da volta e mais decisões pela Copa Libertadores nas próximas semanas.

Confio em Odair e seus comandados. Estamos no caminho certo!

NOTAS:

Marcelo Lomba – Pouco exigido, porém, sempre atento – 7,0

Bruno – Vem fazendo um bom papel – 6,0

Rodrigo Moledo – Quando jogam Cuesta e Moledo, a solidez defensiva multiplica-se – 7,0

Cuesta – Colocou Sassá no bolso – 8,0

Uendel – Boas investidas no ataque – 7,0

Rodrigo Lindoso – Preocupação antes do jogo, cumpre muito bem a função de Dourado, grande fase – 7,0

Edenilson – Se Tite não convocá-lo, eu convoco – 9,0

Patrick – Mostrou muita vontade, porém, errou bastante passes durante o jogo – 6,0

Rafael Sóbis – Evoluiu muito taticamente em sua carreira, consegue fazer bem a função de distribuição no meio-campo – 7,0

Nico López – Muito esforço e um peso para marcar um gol. Depois de uma grande partida contra o Nacional, não conseguiu ter o mesmo vigor diante do Cruzeiro – 6,0

Paolo Guerrero – Se não deixou o seu, colaborou com o ataque diretamente no gol colorado – 7,0

Wellington Silva – Se fosse focado seria titular desse time, entrou muito bem, pena que é inconstante demais – 7,0

Nonato – Entrou no final – sem nota

Sarrafiore – Entrou no final – sem nota

Odair Hellmann – Soube conduzir bem o time jogando fora de casa, talvez se a postura fosse mais ofensiva teríamos marcado até mais gols – 8,0

Tiago Gresele

– Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte de nosso grupo.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. 50º Festival Estadual do Whisky

    7 setembro | 08:00 - 8 setembro | 06:00
  2. We Love Neon Edição Veranópolis | SOAL

    13 setembro | 23:30 - 14 setembro | 05:00

WhatsApp

error: Este conteúdo é protegido