You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Geral

Padrasto que obrigou menino de sete anos comer fezes de cachorro é condenado em Itajaí / SC

Um homem teve a sua condenação mantida a três anos, dois meses e 12 dias de reclusão em regime fechado por torturar seu enteado, uma criança de sete anos de idade, na cidade do Alto Vale do Itajaí.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o homem submetia a criança a “intenso sofrimento físico e mental como forma de castigo pessoal. Os crimes ocorreram ao longo do ano de 2013.

Em uma das situações, confirmadas pela irmã, o padastro obrigou o garoto engolir fezes de cachorro e a tomar água da privada após introduzir a cabeça da vítima no vaso sanitário.

Ainda segundo informações do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, ele agredia o menino com socos na barriga e tapas no rosto.

Durante o processo, o padastro relatou que ficava mais tempo fora da residência e mantinha contato com a criança sempre na companhia de sua mãe.

“A acusação conseguiu comprovar a autoria do réu e a materialidade do delito, que, somadas às provas que descredibilizam a sua narrativa, são suficientes para embasar uma sentença de procedência da representação”, registrou a desembargadora Cinthia Beatriz Bittencourt Schaefer

De acordo com a profissional, os motivos que incitaram as atitudes violentas eram banais.

– Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte de nosso grupo.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

16 Comentários

Clique aqui para fazer um comentário

Agenda | Próximos Eventos

  1. 50º Festival Estadual do Whisky

    7 setembro | 08:00 - 8 setembro | 06:00
  2. We Love Neon Edição Veranópolis | SOAL

    13 setembro | 23:30 - 14 setembro | 05:00

WhatsApp

error: Este conteúdo é protegido