Geral

Condutor completamente bêbado é preso pela PRE após 10 km de fuga

Os militares do Pelotão de Operações Especiais (POE) do 1º Batalhão Rodoviário da Brigada Militar, na noite dessa quinta-feira, 09, realizavam patrulhamento na RS-135, nas proximidades do km 18, quando perto do trevo do município de Sertão, notaram que uma Ford Pampa estava andando em zig-zag pela rodovia, no sentido Passo Fundo.

Os PMs emitiram sinais luminosos e sonoros da viatura para o condutor encostar, porém ele empreendeu fuga da guarnição por aproximadamente 10 km até a entrada de Estação. Após parar o veículo ainda tentou fugir a pé.

Durante a fuga pela rodovia, o condutor, embriagado, fazia sinal com a mão para os PMs que estavam perseguindo ele. Nos sinais, o motorista dizia para os policiais que poderiam ultrapassar, não se dando conta que estava sendo perseguido e tinha que parar o veículo.

Devido ao visível sinal de embriaguez, o condutor foi convidado a realizar o teste do etilômetro, resultando em 1,03 mg/l e no reteste, após 15 minutos, 1,15 mg/l. foi constatado que ele estava extremamente embriagado.

Além de dirigir sob efeito de álcool, o motorista ainda não possui CNH. Dessa forma, o homem recebeu voz de prisão em flagrante  e foi conduzido até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), em Passo Fundo, para serem tomadas as devidas providências.

Com informações de Bruno Reinehr, repórter policial da Rádio Planalto News de Passo Fundo.

Receba as notícias da Studio via WhatsApp

Receba as notícias da Studio via Telegram

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Valorize o investimento na reportagem e jornalismo. Cópia somente com citação de fonte.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios