You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Resenhas Studio Sports

O suspiro do Imortal – Grêmio 3×1 Rosário Central-ARG (Copa Libertadores da América – Fase de Grupos – 4ª Rodada)

Na noite desta quarta-feira (10), o Tricolor recebeu os argentinos do Rosário Central, em mais uma partida da fase de grupos da Copa Libertadores. Neste confronto em que o Grêmio se manteve vivo na competição, graças ao resultado positivo, aliado a vitória do Libertad diante da Universidad Católica. O destaque foi a gurizada, oriundos, ou não, da base do Imortal.

O Grêmio diferentemente das apresentações anteriores no torneio continental, conseguiu realizar uma excelente atuação e brindou o pequeno público (30 mil), para uma Libertadores, com uma vitória que reacende o ânimo e motivo o grupo para as finais do Gauchão.

O Rosário veio a Porto Alegre com vários desfalques e tornou-se presa fácil para o Tricolor que veio a campo com duas modificações essenciais, as entradas dos jovens Jean Pyerre e Matheus Henrique, que transformaram a equipe mais agressiva e dinâmica, dando credenciais que a partida poderia ser vencida, embora o cenário fosse tenso e nervoso em virtude da dúvida acerca da sua classificação.

No primeiro tempo o Grêmio teve a iniciativa e só não abriu o placar graças as boas defesas do arqueiro da equipe argentina. O domínio territorial e técnico da equipe gremista se consolidou com a excelente jogada de Everton, que esta altura já havia acumulado duas situações claras de gol, e a conclusão para o gol do jovem Jean Pyerre.

Na segunda etapa o Imortal aproveitou os espaços deixados pelo Rosário, que se lançou desorganizadamente em busca do empate, e ampliou sua vantagem com dois tentos do lateral-direito Léo Gomes, um deles com assistência de Jean Pyerre, e surpreendentemente foi o artilheiro da noite. O desconto do Rosário no apagar das luzes não tirou o brilho desta excelente vitória, em uma noite que nos mostrou mais uma vez que não tá morto quem peleia!

Em tempo, também houve a excelente participação do atacante André, que parece estar recuperando o bom futebol de outrora.

NOTAS:

Paulo Victor – Duas importantes intervenções e não teve culpa no gol – 6,5

Léo Gomes – Dois gols e muito empenho – 9,0

Pedro Geromel – Parece um pouco sem ritmo, mas teve a segurança habitual – 6,5

Kannemann – Excelentes desarmes e muito importante no fator anímico da equipe – 7,0

Cortez – Muita dificuldade na marcação e nas subidas – 5,0

Maicon – Bons passes, mas deixou a desejar na marcação – 6,0

Matheus Henrique – Bons passes, desarmes e muita vitalidade – 8,0

Jean Pyerre – Um gol e uma assistência, além disso mostrou muita maturidade – 8,5

Diego Tardelli – Precisa de mais entrosamento, mais já demonstra a qualidade que se espera – 6,5

Everton – Não marcou o seu, mas foi essencial para as principais investidas – 8,0

André – Mostrou mais entrosamento e participou ativamente, apesar de ter perdido uma chance clara – 7,0

Alisson – Entrou bem e deu fôlego e qualidade no comando do ataque – 7,0

Thaciano – Teve disposição e dedicação na marcação, além de arriscar-se no ataque – 6,0

Rômulo – Entrou no final para fechar a casinha, pouco mostrou – 5,5

Renato Portaluppi – Não precisou arrumar o time durante o jogo, escalou corretamente – 8,0

Romildo Marin

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. Fernando & Sorocaba | X Femaçã

    20 abril | 22:00
  2. 1º Encontro Regional da Torcida Gremista

    3 maio | 20:00

WhatsApp


error: Este conteúdo é protegido