You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Geral

Crianças devem passar menos tempo sentadas e praticar mais atividades físicas, orienta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou novas diretrizes para crianças com menos de 5 anos. A ideia é afastar o sedentarismo e dar prioridade para as atividades físicas. “Melhorar a atividade física, reduzir o tempo de sedentarismo e garantir o sono de qualidade em crianças pequenas melhorará sua saúde física, mental e de bem-estar, e ajudará a prevenir a obesidade infantil e doenças associadas mais tarde”, diz Fiona Bull, gerente de programas de vigilância e população na OMS.

As novas orientações foram desenvolvidas por um painel de especialistas da OMS, que avaliaram os efeitos do sono inadequado em crianças pequenas e o tempo gasto sentados assistindo telas ou contidos em cadeiras e carrinhos de bebê. Eles também revisaram evidências sobre os benefícios do aumento dos níveis de atividade física. Segundo a OMS, o sedentarismo é responsável por mais de 5 milhões de mortes em todo o mundo a cada ano em todas as faixas etárias. Atualmente, mais de 23% dos adultos e 80% dos adolescentes não são suficientemente ativos. Potanto, se esses hábitos saudáveis forem estabelecidos no início da vida, as chances de permanecerem ao longo da vida são grandes.

A-A+
Crianças devem passar menos tempo sentadas e praticar mais atividades físicas, orienta OMS
Segundo as novas diretrizes da Organização Mundial da Saúde, quanto menos tempo em frente às telas, melhor! Para que cresçam saudáveis, a orientação é que elas não permaneçam sentadas por longos períodos e pratiquem mais atividade físicas
Por Crescer online – atualizada em 25/04/2019 16h43

Compartilhar
Assine já!
Segundo OMS, crianças devem passar menos tempo possível em frente às telas (Foto: Pexels)
Segundo OMS, crianças devem passar menos tempo possível em frente às telas (Foto: Pexels)
A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou novas diretrizes para crianças com menos de 5 anos. A ideia é afastar o sedentarismo e dar prioridade para as atividades físicas. “Melhorar a atividade física, reduzir o tempo de sedentarismo e garantir o sono de qualidade em crianças pequenas melhorará sua saúde física, mental e de bem-estar, e ajudará a prevenir a obesidade infantil e doenças associadas mais tarde”, diz Fiona Bull, gerente de programas de vigilância e população na OMS.

As novas orientações foram desenvolvidas por um painel de especialistas da OMS, que avaliaram os efeitos do sono inadequado em crianças pequenas e o tempo gasto sentados assistindo telas ou contidos em cadeiras e carrinhos de bebê. Eles também revisaram evidências sobre os benefícios do aumento dos níveis de atividade física. Segundo a OMS, o sedentarismo é responsável por mais de 5 milhões de mortes em todo o mundo a cada ano em todas as faixas etárias. Atualmente, mais de 23% dos adultos e 80% dos adolescentes não são suficientemente ativos. Potanto, se esses hábitos saudáveis forem estabelecidos no início da vida, as chances de permanecerem ao longo da vida são grandes.

PUBLICIDADE

“O que realmente precisamos fazer é trazer de volta o brincar para as crianças”, diz Juana Willumsen, o ponto focal da OMS para obesidade infantil e atividade física. “A primeira infância é um período de rápido desenvolvimento e uma época em que os padrões de estilo de vida da família podem ser adaptados para aumentar os ganhos em saúde”, afirma o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

RECOMENDAÇÕES

Segundo a OMS, a aplicação das recomendações durante os primeiros cinco anos de vida contribuirão para o desenvolvimento motor e cognitivo das crianças e para a saúde ao longo da vida. Confira, abaixo, quais são elas de acordo com cada faixa etária.

Menos de 1 ano de idade:

Manter o bebê fisicamente ativo, várias vezes ao dia, por meio de jogos interativos no chão. Aqueles que ainda não engatinham, os pais podem colocar a criança em posição de bruços – quando estiverem acordadas – diversas vezes ao dia, totalizando o tempo máximo de 30 minutos. Também não é recomendado deixar o bebê por mais de uma hora corrida em carrinhos de bebê, cadeiras ou preso ao sling. Até 1 ano de idade, o ideal é não expor a crianças às telas. Quanto ao sono, o tempo ideal é de 14 a 17 horas até os 3 meses de idade; e de 12 a 16 horas de 4 a 11 meses de idade, incluindo cochilos.

De 1 a 2 anos de idade:

A orientação, nessa fase, é fazer pelo menos 180 minutos de atividades físicas variadas, em qualquer intensidade, ao longo do dia. Assim como com bebês, não é recomendado que passem mais de 1 hora seguida sentados. Para crianças de um ano de idade, o tempo de tela sedentário (como assistir TV ou vídeos, jogar jogos de computador) não é recomendado. Para aqueles com 2 anos de idade, o tempo não deve ser superior a 1 hora. Já a quantidade de sono recomendada é de 11 a 14 horas, incluindo sonecas.

De 3 a 4 anos de idade:

Crianças dessa faixa etária também devem praticar 180 minutos de atividades físicas diárias, no entanto, pelo menos 60 minutos devem ser de intensidade moderada a vigorosa. Não é recomendado que a criança permaneça por longos períodos consecutivos (1 hora) sentada. É importante também garantir que ela durma de 10 a 13 horas por dia, incluindo um cochilo.

Com informações da Revista Crescer.

– Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte de nosso grupo.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido