You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Resenhas Studio Sports

Complicou – Grêmio 0x1 Libertad-PAR (Copa Libertadores da América – Fase de Grupos – 2ª Rodada)

A estreia do Tricolor em sua casa na Copa Libertadores 2019, após o bom empate na Argentina, contra o Rosário Central, na semana passada, levava a crer que podíamos vencer o jogo contra os paraguaios e ser líderes da chave, para começar a buscar a classificação à próxima fase do torneio continental. Mas não foi o que aconteceu. O que vimos foi uma noite de horror!

O time todo sucumbiu a retranca armada pelo Libertad, não conseguindo criar absolutamente nada. Como se não bastasse, a falta de criatividade do time como um todo, jogadores irreconhecíveis em campo, até mesma a dupla de zaga que é um dos destaques da equipe, também afundaram. Ou seja: faltou tudo!

Não é de hoje que toda vez que jogamos contra times retrancados, não conseguimos alternativas para furar este bloqueio adversário, ficamos atordoados, sem reação. Cabe ao seu treinador buscar alternativas, pois vai ser sempre assim, não importa o campeonato.

Times com pouca qualidade técnica usam deste artifício, sabemos disto. As vezes, derrotas vem para o bem, que é para mostrar a todos que não estamos suscetíveis a elas, mas que possamos aprender com elas. Como falamos, é preciso tirar o salto alto!

Com a derrota desta terça (12), não há outra alternativa a não ser vencer seus jogos em casa e fora de seus domínios. Caso contrário, será um vexame não classificar-se para as Oitavas de Final.

Sabemos que o time tem condições, pois existe muita qualidade. O que pode fazer com que buscamos esta classificação, é promovendo mudanças na equipe. No meu ponto de vista, saindo Luan e Maicon e entrando Jean Pyerre e Diego Tardelli.

Se serve de consolo, em 1995, também conseguimos um ponto em dois jogos, classificando-se em segundo do grupo na oportunidade. E o final da história todos sabemos: Grêmio campeão da América!

NOTAS:

Paulo Victor – Sem culpa no gol – 6,0

Leonardo Gomes – Sem inspiração – 5,0

Geromel – Atuação anormal – 5,0

Kannemann – Acompanhou a atuação do colega de zaga – 5,0

Cortez – Irreconhecível – 3,0

Michel – Esforçado – 5,0

Maicon – Com pouco espaço, seu futebol sucumbiu – 5,0

Marinho – Muita correria – 6,0

Luan – Apagado, como na estreia na Argentina – 3,0

Everton – Preso ao sistema do adversário, não produziu – 5,0

Felipe Vizeu – Lento enquanto em campo – 5,0

André – Pouco acrescentou – 6,0

Jean Pyerre – Melhor jogador em campo, logo será titular – 7,0

Diego Tardelli – Pedindo passagem – 6,0

Renato Portaluppi – Precisa deixar de lado seus bruxos e promover mudanças – 5,0

Jhon Louis Woms

– Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui e faça parte de nosso grupo.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido