You dont have javascript enabled! Please enable it!

Resenhas Studio Sports

Derrota que não significou muito – Grêmio 3×4 Sport (Campeonato Brasileiro – 31ª Rodada)

Na tarde de sábado (27) na Arena, o Grêmio foi a campo com uma equipe basicamente reserva, sendo Kannemann, o único titular a jogar. O confronto contra o Sport era importante para alguns atletas mostrar serviço, pois o foco do Tricolor está na partida contra o River Plate, pelas semifinais da Copa Libertadores, na próxima terça-feira (30).

Com alguns erros de atenção e falhas de marcação, o Grêmio foi derrotado em plena Arena, porém, o que mais chamou a atenção foi a quantidade de gols da partida. O Grêmio levou quatro gols, que costumeiramente não levaria com os seus titulares, todos em jogadas de desatenção do sistema defensivo, que durante todo o jogo foi muito inseguro e atrapalhado.

O confronto como um todo, os ataques levaram vantagem sobre as defesas, bastando observar a quantidade de gols e as chances desperdiçadas.

Como destacado anteriormente, este duelo frente ao Sport, não é o foco da equipe e da própria torcida. A Copa Libertadores da América não sai da cabeça dos gremistas. Em uma partida com menor representatividade, alguns jogadores se destacaram e vêm se destacando, mostrando que podem ser boas peças para o confronto contra os argentinos.

Um dos atletas que mais se destaca e novamente jogou bem, foi Matheus Henrique. O jovem meio-campista demonstra muita qualidade, assumindo protagonismo no confronto. Além de ser um possível reforço para a Libertadores, o jogador pode ser considerado o substituo de Arthur, sendo uma das grandes esperanças do Grêmio para o futuro.

Além de Matheus Henrique, Pepê e Jean Pyerre, também entraram bem na partida, Destaque maior para o meia, que vem sendo menos utilizado por Renato, mas demonstra muita qualidade técnica com a bola. Os jovens foram o grande destaque nesta derrota inesperada.

Mesmo o confronto não sendo o foco do Tricolor, a derrota afasta o Grêmio do pelotão da frente, na busca por uma vaga direta ao maior torneio das Américas em 2019. Claro que a expectativa é que esta vaga venha com a conquista do tetra da Libertadores, mas seguir pontuando é muito importante.

Com o revés, que nem jogadores e torcida deram tanta importância, o Grêmio entra em campo novamente terça, aí sim valendo muito, pela seminal do torneio continental. O confronto contra River Plate é o foco total do Tricolor. Com a vantagem conquistada na Argentina, um grande passo foi dado, mas nada está garantido, será uma partida equilibrada.

Então que venha o River! Seguimos na busca pelo TETRA!

NOTAS:

Paulo Victor – Não teve culpa nos gols. Muito exposto pelo sistema defensivo – 5

Madson – Boa participação ofensiva. Sofreu pênalti e deu assistência – 7

Bressan – Muito inseguro em toda a partida, preocupa para o confronto contra o River (se jogar) – 5

Kannemann – Dedicação de sempre, embora perdeu a jogada do segundo gol – 5

Marcelo Oliveira – Novamente muito lento na recomposição – 4

Matheus Henrique – Destaque da partida, mostrou personalidade no confronto – 7

Kaio – Não foi bem no jogo, falhou no primeiro gol – 4

Thaciano – Pouca produção – 5

Douglas  – Muito abaixo do “Maestro”, errou muitos passes, ainda em ritmo – 4

Juninho Capixaba – Jogando fora de posição, buscou o jogo – 6

Thonny Anderson – Não produziu tanto quanto se espera de um centroavante – 5

Pepê – Deu nova dinâmica na equipe – 6

Marinho – Pouco entrosado com a equipe, não foi efetivo – 5

Jean Pyerre – Qualidade no passe, entrou bem – 5

Renato Portaluppi – Jogou com o que tinha de melhor – 6

Willian Bigode Dornelles

Quer receber as notícias da Studio no seu WhatsApp? Então clique aqui.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

error: Este conteúdo é protegido