You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Policial

Procurado por feminicídio em Caxias do Sul, se entrega e alega legítima defesa

Procurado pela morte de Andressa Maria Suzin Ferreira, 24 anos, no dia 12 de agosto, Silvio Vasnei Guedes dos Santos, 38, se apresentou à Polícia Civil de Caxias do Sul na manhã desta segunda-feira. Acompanhado de seu advogado, o foragido confessou a autoria, mas alegou legítima defesa. Em depoimento, Silvio afirmou que, durante uma discussão, Andressa teria investido contra ele e, por isso, utilizou um martelo para se defender.

De acordo com a delegada Carla Zanetti, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), ele estava com a prisão preventiva decretada. O depoimento se estendeu até o início da tarde. Na sequência, Santos foi encaminhado para o sistema penitenciário.

O crime ocorreu na noite de 12 de agosto por volta das 21h30min. Na ocasião, Santos telefonou para parentes e afirmou que “fez uma besteira”. Os familiares foram até a residência dele e encontraram Andressa  morta no quarto. Após a ligação, Santos não havia sido mais localizado até se entregar à Polícia Civil nesta segunda-feira.

As informações preliminares apontaram que Andressa foi morto com golpes de facão na cabeça e também apresentava sinais de esganadura. O investigado, contudo, alega ter utilizado um martelo. A Polícia Civil aguarda a necropsia para ter mais detalhes do ataque.

Na polícia, o casal não possuía histórico de violência doméstica. Familiares de Santos alegaram que ele namorava com Andressa e, assim, mantinham encontros periódicos. Já os parentes da vítima afirmam que eles eram ex-namorados e que o homem já teria ameaçado Andressa após o término da relação.

— Faz mais de dois anos que eles não estavam juntos. Recentemente, a Andressa relatava que ele (Santos) a estava perseguindo no trabalho dela e em festas e também que a ameaçava. Não sei o porquê ela não procurou a polícia, talvez por medo. (Na noite do crime), ele (Santos) deve ter pego ela na rua. Não tinha como a minha irmão ir até a casa dele — conta uma irmã de Andressa, que prefere não ser identificada.

As informações são de Leonardo Lopes e Suelen Mapelli do Jornal Pioneiro de Caxias do Sul.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. Veloterra | Nova Prata

    30 setembro | 08:00 - 17:00
  2. Projota | SOAL

    3 novembro | 23:30

WhatsApp


error: Este conteúdo é protegido