You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Geral Policial

Suspeito de ser líder de assalto a Carro Forte na Serra das Antas entre outros está foragido

Um dos mais conhecidos assaltantes de carros fortes e bancos no Rio Grande do Sul, Cláudio Adriano Ribeiro conhecido como “Papagaio” que é apontado como participante de um ataque a carro-forte em Bento Gonçalves no mês de fevereiro de 2018. Papagaio também ficou conhecido por ser o primeiro preso a fugir da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). Ele foi beneficiado com progressão de regime em setembro e fugiu em dezembro. Um mandado de prisão preventiva contra o foragido foi expedido há cerca de 10 dias pela Justiça. Os indícios da participação de Papagaio no ataque surgiram a partir de depoimento dos presos no local do crime e também de testemunhas do assalto. Três suspeitos foram presos em flagrante na cena do crime. Logo depois durante um cerco das autoridades policiais um quarto envolvido foi detido em um matagal na região de Bento Gonçalves.

Depois disso outros dois homens foram presos, um deles após ser confirmado que Papagaio teria dado suporte ao grupo na preparação do assalto ao carro-forte. O delegado João Paulo de Abreu, da Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) ainda busca indícios para comprovar a participação do assaltante inclusive no local do crime. Estamos apurando e temos várias convicções de que ele inclusive esteve na cena do crime — afirmou Abreu. Da mesma forma o despacho judicial que decretou a prisão de Papagaio cita o assaltante como um integrante do grupo que interceptou o carro-forte. “As investigações documentadas no expediente levaram à identificação de Cláudio Adriano Ribeiro como sendo um dos integrantes do grupo que interceptou o veículo da empresa vítima reconhecido pelos funcionários em sede policial podendo ser um dos mentores da organização da ação delitiva” escreveu a juíza Eveline Radaelli Buffon.

Papagaio, foto divulgação Deic

O Deic busca provas do envolvimento de Papagaio desde as primeiras ações sobre o caso e fez várias buscas na tentativa de encontrar o suspeito. Um dos presos pelo ataque ao carro-forte em depoimento, também contou aos agentes que Papagaio foi um dos responsáveis por unir o grupo e por ser um dos líderes dos assaltantes. O assalto chamou atenção das autoridades por resultar na primeira apreensão de uma metralhadora .50 no Estado. A arma é capaz de derrubar aeronaves e perfurar blindados. Abreu ressalta que qualquer informação sobre o paradeiro do foragido pode ser repassada de forma anônima pelo telefone 0800 510 2828.

Progressão de regime:

Quando Cláudio Adriano Ribeiro, o Papagaio foi beneficiado com progressão de regime a Vara de Execuções Criminais afirmou que considerou parecer favorável do Ministério Público. O órgão por sua vez citou que desde o dia 9 de setembro o assaltante possuía o direito de progredir de regime. Além do bom comportamento, foi considerada uma avaliação psicossocial que não contraindica a progressão da pena. Papagaio soma mais de 55 anos de prisão por assaltos a bancos e carros fortes. Dentro da cadeia foram descontados 922 dias da pena por atividades realizadas dentro da prisão como a leitura de livros. Com isso, o total da pena reduziu para 53 anos e 1 mês.

Breve Histórico de Papagaio :

1999 – Fugiu da Pasc
2000 – Preso novamente no regime fechado
2004 – Foi para o semiaberto por decisão judicial
2005 – Retornou para o fechado
2006 – Progrediu para o semiaberto em junho, fugiu em agosto e foi recapturado em novembro
Setembro de 2007 – Voltou para o regime fechado por decisão judicial, mas progrediu novamente para o semiaberto
Outubro de 2007 – Fugiu do semiaberto e foi recapturado dias depois e retornou para o fechado
2010 – Voltou para o semiaberto e fugiu no mês de abril. Foi recapturado no dia 24 de dezembro e permaneceu preso desde então
2017 – Progrediu novamente para o semiaberto em setembro. Três meses depois, foi considerado foragido

Informações podem ser repassadas para Polícia Civil 197 ou para o DEIC (51) 3288-9854

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. Projota | SOAL

    3 novembro | 23:30
  2. Medi in Rock 2018 | Legends

    15 novembro | 08:00 - 18 novembro | 06:00

WhatsApp


error: Este conteúdo é protegido