Resenhas Studio Sports

Confiança resgatada – Internacional 3×1 Vasco (Campeonato Brasileiro – 12ª Rodada)

Enfim, depois de quase dois anos de sofrimento, angústia, desorganização e, muitos altos e baixos, o Inter conseguiu voltar a passar confiança para a torcida colorada. Após a vitória sobre o Vasco, Odair já acumula oito jogos sem perder, com cinco vitórias e três empates. Porém, além dos bons resultados, está a boa atuação da equipe em todos os jogos, com solidez defensiva, domínio de meio-campo e velocidade no ataque.

Não é por acaso que Patrick vem sendo o destaque dessa sequência positiva. Odair encontrou nele um ótimo condutor de bola, pifador e fazedor de gols, algo que não se via em outro jogador desde que D’Alessandro chegou no Inter. O “Pantera Negra” teve atuação de luxo nesta quarta (13), apesar de atuar mais recuado, no lugar de Edenílson, com uma assistência de pifador e um golaço oportunista, consagrando sua permanência definitiva na equipe titular.

Outro que está se soltando (até que enfim!!) é Nico López. O artilheiro colorado do ano aproveitou a pifada de Patrick e abriu o placar em estilo centroavante. Nico jogou na posição de D’Alessandro, mas o que se via era um revezamento no meio de campo, que incluía até Leandro Damião, confundindo a defesa vascaína.

A zaga novamente foi impecável. Moledo e Cuesta parecem formar a dupla que a torcida colorada tanto esperava. Pottker novamente esteve abaixo, mas sempre auxiliando na marcação e demonstrando muita vontade. Destacam-se também as atuações de Lucca, Dourado e Camilo, que entrou muito bem no segundo tempo, dando uma assistência para o gol de Cuesta.

O resultado veio com naturalidade de um time que dominou o jogo e deu muito pouco espaço ao adversário.

A confiança foi resgatada torcedores colorados. Basta a equipe aproveitar e se manter nas primeiras posições para, quem sabe, confirmar uma vaga na Copa Libertadores de 2019!

NOTAS:

Marcelo Lomba – Falhou no gol do Vasco, mas fez algumas defesas importantes – 6,5

Fabiano – Bem defensivamente e regular ofensivamente – 6,5

Rodrigo Moledo – Foi perfeito individualmente e nas bolas aéreas – 8,5

Vítor Cuesta – Igual ao colega de zaga, porém, com um gol na conta – 9,0

Iago – Não comprometeu e apoiou pouco – 6,5

Dourado – Enfim, além de desarmar, dava continuidade à jogada com passes verticais – 8,5

Patrick – Uma assistência, um gol e muita vontade – 9,5

Nico López – Correu por todos os lados, aparecendo como meia e atacante, marcando um gol – 9,0

Lucca – A velocidade e criatividade de sempre – 7,5

Pottker – Ansioso demais pelo gol, errando muitos passes e conclusões – 5,5

Leandro Damião – Foi regular, marcando bem, mas esteve abaixo dos demais – 6,0

Camilo – Entrou bem e deu uma assistência – 7,0

Brenner – Entrou no final da partida e pouco contribuiu – sem nota

Gabirel Dias – Também entrou no final e pouco contribuiu – sem nota

Odair Hellmann – Teve audácia e coragem ao escalar Nico López no lugar de Edenílson. Está reacendendo a confiança dos torcedores – 9,5

Dênis Oliveira

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. Somos todos São Luiz | SOAL

    23 junho | 23:30 - 24 junho | 05:00
  2. Mundo Rock Festival | SOAL

    14 julho | 23:30 - 15 julho | 05:00

WhatsApp

error: Este conteúdo é protegido